SBT boicota Show do Milhão antes mesmo da estreia

Direção esconde atração de Celso Portiolli nas noites de sexta-feira

Publicado em 22/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fora da Globo, emissoras ainda lutam para encontrar um formato que se encaixe no fim de noite das sextas-feiras, horário de baixo share para todas elas. Ao longo do tempo, o SBT ganhou notoriedade ao acertar com a sessão de filmes Tela de Sucessos. Época em que soube aproveitar, e muito, de sua histórica parceria de 15 anos com os estúdios Warner Bros.

Com o impacto do streaming, fim de parceria e um pacote de filmes saturados e sem qualquer apelo, a direção do SBT tem testado, de época em época, alguns formatos às 23h15. São os casos do Famílias Frente a Frente (FFF), levado ao ar em 2019, uma co-produção da Endemol Shine Brasil com apresentação de Tiago Abravanel e responsável para chutar para escanteio a sessão de filmes pela primeira vez.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A tentativa foi desastrosa, matou o formato consagrado fora do Brasil logo na primeira temporada e apagou a contratação do neto de Silvio Santos pela emissora. O mesmo aconteceu na concorrência em várias oportunidades. Rafael Cortez e o Me Leva Contigo (Record TV), Adriane Galisteu e o Toda Sexta (Band), Sabrina Sato e o Game dos Clones (Record TV) são apenas alguns exemplos mais recentes.

Mas no SBT, a surpresa da vez é o Show do Milhão, que ganhou o dia 3 próximo dia de setembro (uma sexta) como data de sua estreia. A expectativa em torno da volta do clássico programa de perguntas e respostas, agora com Celso Portiolli na apresentação, gerou alarde nas redes sociais e ganhou as manchetes dos sites de notícia.

No entanto, além da divulgação bem fraquinha na programação e chamadas pouco empolgantes, a escolha injustificável do dia, só atesta mais um dos grandes equívocos da direção a somar no caderninho. Essa nova trapalhada do SBT ocorre ao tempo em que o Globo Repórter voa alto na emissora líder, na mesma faixa, há quase 50 anos e sem desgaste.

A grade cambaleante da emissora de Silvio Santos, repleta de atrações inúteis em dias e horários de maior expressividade, poderia muito bem abrir um espaço melhor para o Show do Milhão, que muito provavelmente chegará com curto prazo de validade. Ao que parece, o SBT não está nada disposto a oxigenar a programação. Celso Portiolli que lute!

* As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio