Saiba quanto Gugu pagou para entrevistar Suzane von Richthofen e onde foi parar o dinheiro

Polêmica entrevista foi negociada diretamente com Sandrão, a companheira de Suzane à época

Publicado em 04/10/2021 14:22
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Escrito pelo jornalista Ulisses Campbell e publicado pela editora Matrix, o 1º volume do livro que traz novos detalhes sobre o bastidor do caso Richthofen, batizado de Suzane – Assassina e Manipuladora, pontua também o episódio em que Suzane von Richthofen concedeu uma entrevista inédita a Gugu Liberato após quase 14 anos da condenação que pegou após ter planejado o assassinato dos pais, Manfred e Marísia von Richthofen.

Nas informações obtidas com exclusividade pelo profissional, descobriu-se que o apresentador, à época como contratado da Record TV, negociou a entrevista diretamente com Sandra Regina Gomes, a Sandrão, companheira de Suzane, pela bagatela de R$100 mil reais, mais R$20 mil reais que seria para ela própria.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O valor foi depositado na conta da Suzane, que durante a entrevista de cunho duvidoso e que gerou milhares de duras criticas a Gugu, disse ao apresentador que gostaria de cursar administração para que quando ela saísse da prisão, então, pudesse ter a chance de seguir a vida ao lado de Sandrão, abrir uma empresa e ter segurança financeira.

As duas já trabalhavam na penitenciárias confeccionando roupas e uniformes para as presas. A ideia de abrir um negócio com Sandrão foi comprada por Gugu, que pagou do próprio bolso três máquinas de costura no valor de R$12mil reais cada uma delas.

Quando as três máquinas chegaram, Suzane pediu para que Gugu as enviasse para o endereço de Sandrão na cidade de Mogi das Cruzes, pois se ficassem na penitenciária ela correria o risco de perder o domínio das máquinas. Pelo combinado, diz ela, assim que começasse a sair da cadeia no regime semiaberto, pegaria as máquinas para montar o seu tão sonhado atelier de costura. Mas não foi o que aconteceu.

Sandrão progrediu primeiro para o regime aberto e o relacionamento desandou, e como Suzane não chegou a repassar o valor de R$20 mil reais para a futura ex-companheira, Sandrão ficou com as três maquinas de Suzane. Em uma reportagem publicada pela revista VEJA em 2016, Sandrão deu a sua versão dos fatos.

“A produção do programa entrou em contato comigo e me pediu para convencê-la a dar a entrevista”, contou ela, que confirmou o recebimento das máquinas mas não quis dizer se elas estão sendo usadas. Já os R$120 mil reais, informa O Globo, até meados de 2020, antes da separação de Rogério Olberg, seguia sem movimentação na conta de Suzane.

O relacionamento de Suzane e Sandrão

O ex-casal se conheceu no pátio da penitenciária, em 2010, quando Sandrão ainda era casada com Elize Matsunaga. Sandrão cumpre pena de 24 anos por sequestro de uma criança seguido de morte, enquanto Suzane pegou 39 anos. Sandrão afirma que foi Suzane quem a cortejou. “Todas as vezes que me olhava, ela pegava nas pontas do cabelo, enrolava os fios e logo em seguida acariciava os lábios levemente para chamar a minha atenção”, relatou ela na mesma entrevista.

Mais de Ulisses Campbell

Suzane: Assassina e Manipuladora narra a vida da assassina desde o planejamento da morte dos pais dela, em outubro de 2002, até os dias atuais. Ela foi condenada a 39 anos de prisão.

Mas, para escrever o livro, o jornalista não entrevistou Suzane. “Achei que não era interessante conversar com a Suzane”, explicou. “Esse tipo de biografia fica mais interessante quando o personagem biografado não é ouvido. A gente constrói o perfil da Suzane falando com os amigos e inimigos dela”, contou ele em entrevista à rádio Jovem Pan, em 2020.

Para Ulisses Campbell, o livro sobre Suzane é importante para mostrar que quem comete crimes hediondos não tem um perfil. “Os presos famosos são espelho da sociedade que a gente vive, a gente conviveu direta ou indiretamente com essas pessoas”, disse o jornalista. “Esse tipo de livro serve para você entender que tipo de pessoa a gente convive.

SIGA ESTE COLUNISTA NAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM E TWITTER

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio