Drama mexicano

NOVELA SEM BEIJO? O que aconteceu com Império de Mentiras antes de chegar ao Globoplay?

Recursos de efeitos especiais salvaram a novela do impacto da pandemia

Publicado em 07/02/2022

No dia 27 de janeiro de 2020 a rede mexicana Televisa deu início a montagem de Império de Mentiras, novo cartaz do Globoplay. A trama leva a assinatura de Giselle González como produtora executiva, um trabalho que ela aceitou fazer logo após finalizar a série Cuna de Lobos, do projeto Fábrica de Sueños, um de seus maiores desafios da década.

Entretanto, em meio a chuva de informações e recomendações que surgiram no início do mês de março daquele ano sobre o avanço da pandemia da covid-19 e também a necessidade da população se isolar em suas casas longe das atividades cotidianas, um caos foi instaurado.

Por optar em seguir com as produções de suas novelas em andamento e expor seus artistas ao perigo, embora negassem a existência de riscos, a Televisa foi duramente criticada. Visto a gravidade da situação onde até o presidente mexicano mudou o tom do discurso pedindo para que a população permaneça em casa, a empresa decidiu oficialmente entrar no movimento de paralisação e suspendeu as gravações de todas as novelas.

Elenco de Império de Mentiras reunido no set de filmagem (Reprodução: Las Estrellas)

Resistência à paralisação gerou críticas a Angelique Boyer

Te Dou a Vida, exibida recentemente pelo SBT, que à época já estava com bastante material pronto, Império de Mentiras e os unitários Como Dice el Dicho e La Rosa de Guadalupe foram os produtos afetados.

Devido a isto, a Televisa tomou a decisão de escalar uma reprise da minissérie Silvia Pinal no lugar da série Sem Medo da Verdade (Globoplay) que ocupava a faixa estelar e que em breve seria substituída por Imperio de Mentiras.

Angelique Boyer, por sua vez, também chegou a ser criticada por seguir trabalhando sabendo dos riscos que ela tinha de contrair a doença e transmitir para outros. A atriz na época alegou que não podia parar de trabalhar.

A volta das gravações

As atividades de teledramaturgia da Televisa no México retornaram após um período de quase dois meses paralisadas. Te Dou a Vida, a qual já se encontrava em suas semanas finais de gravações, foi a primeira a ser retomada. Com alteração no texto, a trama protagonizada por José Ron passou por mudanças visando evitar cenas de contato pessoal como beijos e abraços.

Já Império de Mentiras chega a citar a existência da covid-19 para justificar a ausência de contato físico entre os personagens. Ao longo da produção a emissora enfrentou entraves em relação a infectados com o vírus.

Em comunicado oficial divulgado pela empresa, a notificação revela que todas as pessoas próximas aos casos confirmados foram submetidas a testes. Os nomes dos infectados não foram divulgados, em suma, por conter figuras públicas inclusas. Eis que em menos de um mês depois aconteceu uma nova paralisação das filmagens.

Angelique Boyer e Andrés Palácios em cena de Império de Mentiras (Reprodução: Televisa)
Angelique Boyer e Andrés Palácios em cena de Império de Mentiras (Reprodução: Televisa)

Segunda paralisação com os trabalhos

Até que um novo problema surgiu – o intérprete do policial Leonardo, protagonista do folhetim, o ator Andrés Palacios testou positivo para covid 19 e teve de ser afastado das gravações.

Através de seu perfil pessoal no Instagram, o ator falou sobre o diagnóstico. “Não estou mal, embora, sim, tenha uma série de sintomas meio complicados. Tive que fazer os exames correspondentes e eventualmente precisarei repeti-los para ver como isso [a doença] vai avançando”, explicou o ator de 45 anos.

Por enquanto ficarei isolado em casa, até segunda ordem. Valorizo muito o carinho e atenção que estão me dando nesse momento. Agradeço muito a todos que me telefonaram e me enviaram mensagens para saber como estou”, acrescentou Palacios.

A produção, a partir então, depois da segunda retomada dos trabalhos adotou recurso de efeitos especiais para trabalhar cenas de beijos e conseguir concluir a obra. SUFOCO!

SIGA ESTE COLUNISTA NAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM E TWITTER