Na onda de Verdades Secretas 2, SBT resgata novela com protagonista demitido antes do final

Indisciplinas de Mario Cimarro atrasou as gravações da novela

Publicado em 22/11/2021 15:29
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Assim como aconteceu em Verdades Secretas 2, o próximo cartaz das tardes do SBT, Mar de Amor (2009), também entrou para a história da teledramaturgia como a novela que teve protagonista demitido antes mesmo de ser de ser concluída. Mario Cimarro, que se projetou em novelas como A Usurpadora (1998), Gata Selvagem (2002) e Paixões Ardentes (2003), estrelou o melodrama ao lado de Zuria Vega, atriz com quem sequer conversava nos bastidores.

O ator cubano foi dispensado por Nathalie Lartilleux, produtora da novela, após inúmeras reclamações de parte do elenco e da equipe de produção “Não compareceu para gravar no sábado, nem no domingo, sendo que atores como Ignacio López Tarso, gente de primeira, veio gravar, e ele deixou o projeto abandonado.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Havia 40 cenas para gravação hoje e tomei essa decisão porque, nas últimas vezes, já se via que ele gravava sem vontade, como criancinha, e acredito que foi tomada a decisão correta“, disse Lartilleux em entrevista a um programa da própria Televisa.

A toda poderosa ainda confirmou que os bastidores de Mar de Amor andava bem conturbado semanas antes, por conta exclusivamente das indisciplinas de Cimarro, que arrumava confusão frequentemente.

Sempre tivemos muita paciência para suportá-lo com sua falta de vontade: ‘Tenho que estar aqui porque tenho que estar aqui’. E com sua falta de respeito com todos. Eu disse que já não era mais necessário que ele voltasse. Tomei essa decisão porque já estava insuportável“, contou a produtora.

Mario Cimarro e Zuria Vega em Mar de Amor (Reprodução: Televisa S.A.)

Final adaptado e as confusões de Mario Cimarro

O final de Mar de Amor foi levado ar de maneira adaptada, com cenas que Mario já havia gravado. Nas últimas semanas de gravação, Nathalie informou que Cimarro já não atuava mais na produção. “Não pensei que seria necessário substituí-lo porque tinha Arturo Carmona e Marcelo Córdoba, que também têm peso importante na história“, esclareceu ela.

O primeiro grande problema causado por ele foi com Ninel Conde, que o acusou de agressão física e verbal. Após o ocorrido, foi dito que, em uma cena, ele não queria beijar Zuria Vega, o que atrasou a gravação. Numa outra vez, Mario Cimarro foi embora dos sets de gravação sem avisar ninguém, tomou um avião e foi embora do México; quando a produção o procurou para ajustar alguns detalhes, se deu conta de que ele já não estava no país.

Anos depois, em entrevista à Telemundo, Mario Cimarro falou sobre as acusações da produtora Nathalie Lartilleux, dizendo ter sido alvo de uma campanha de difamação. O ator disse ainda que tem a consciência tranquila e que ninguém o havia despedido de nenhum lugar.

Terminei absolutamente tudo, até o último capítulo, não posso dizer nada mais. Me despeço sabendo que cumpri e fiz um personagem (Victor Manuel) muito humano“, respondeu. O protagonista da telenovela deixou claro que, mesmo com o ocorrido, tem vontade de voltar a trabalhar no México, que obviamente também é seu país. “O México não pertence à Nathalie Lartilleux nem a seu ninho de ratos“, declarou.

SIGA ESTE COLUNISTA NAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM E TWITTER

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio