A perder de vista

Íris Abravanel explica por que o SBT faz novelas tão longas

Autora afirma que diretor tinha vontade de bater o recorde da novela Redenção

Publicado em 27/04/2023

Desde a mais recente implantação de dramaturgia no SBT, retomada na década passada com Carrossel (2012), a emissora é bastante questionada – e até duramente criticada – por produzir novelas com muitos capítulos, como foram os casos, principalmente de Chiquititas (2013) e As Aventuras de Poliana (2018). E por fim, uma explicação mais exata sobre o assunto foi dada aos jornalistas que questionaram a autora Íris Abravanel.

A resposta veio durante a coletiva de imprensa de A Infância de Romeu e Julieta, realizada na sede da emissora na tarde desta quinta-feira (27). Bastante emocionada, a autora informou que a ideia das novelas longas partiu do falecido diretor Reynaldo Boury (1932-2022), responsável pelo departamento, até então.

Segundo Íris, um dos desejos do diretor era bater o recorde de Redenção, trama assinada por Raymundo Lopes, que ficou mais tempo no ar somando incríveis 596 capítulos na programação da TV Excelsior. No entanto, “Poliana” em sua 1ª temporada acabou saindo do ar com a somatória de 564 capítulos.

Ele [Reynaldo Boury] queria bater o recorde de Redenção. Foi dele a ideia. Ele pedia ‘Íris, faça isso, faça mais aquilo, vamos duplicar, vamos triplicar’. Ele queria bater o recorde de Redenção“, explicou a autora.

SIGA ESTE COLUNISTA NAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM E TWITTER

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade