Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Daniela Beyruti

Filha de Silvio Santos atribui filme de Danilo Gentili a algo “perverso” e detona: “Nojo de quem escreveu”

Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola foi lançado em 2017 e está disponível no catálogo da Netflix

Publicado em 14/03/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio


Filha “número 3” de Silvio Santos e atuante na direção do SBT, Daniela Beyruti expressou indignação com uma cena polêmica do filme Como se Tornar o Pior Aluno da Escola (Netflix), lançado em 2017, atribuída à pedofilia. O longa foi escrito por Danilo Gentili e mostra Fábio Porchat na dita cena, convidando dois meninos a masturbá-lo. “Que perverso. Que triste”.

O longa é baseado no livro homônimo de Gentili e apresenta dois adolescentes que passam a seguir um manual de instruções para se tornar o “pior aluno” e fazer bagunças na escola.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

“Nojo! Nojo de quem escreveu, nojo de quem produziu, nojo de quem dirigiu, nojo de quem atuou! Como pactuar com algo assim? Pedofilia! Abuso sexual! Abuso de autoridade! Que perverso. Que triste”, escreveu ela em publicação no Instagram.

Seguidores pedem demissão do apresentador

Nos comentários, seguidores de Daniela Beyruti lotaram de mensagens pedindo a demissão do apresentador. Daniela, cabe lembrar, foi a responsável por tirar Danilo Gentili da Band e trazê-lo junto com todo o elenco do Agora É Tarde para o SBT.

Posicionamento de Danilo Gentili no Twitter

“Os chiliques, o falso moralismo e o patrulhamento: veio forte contra mim dos dois lados. Nenhum comediante desagradou tanto quanto eu. Sigo rindo”, rebateu Gentili . A obra foi lançada em 2017, mas está disponível na plataforma de streaming desde fevereiro.

Entretanto, com a repercussão negativa viralizada, uma hashtag que acusa a Netflix de “apoiar a pedofilia” esteve entre os principais assuntos do Twitter.

Além de Danilo, o humorista e ator Fábio Porchat – que está na obra – foi alvo da onda de acusações. Até a publicação desta matéria, Porchat não havia se manifestado sobre o caso.

O longa é baseado no livro homônimo de Gentili e apresenta dois adolescentes que passam a seguir um manual de instruções para se tornar o “pior aluno” e fazer bagunças na escola.

SIGA ESTE COLUNISTA NAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM E TWITTER

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....