Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Feiticeira de Araxá

Dona Beija na HBO Max: a história da cortesã mineira mais escandalosa do século

Clássico da teledramaturgia vai ganhar remake na plataforma com elenco de ex-globais

Publicado em 04/02/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A mítica loira, filha de uma índia, que encantou homens e enfureceu as mulheres na região de Araxá, em Minas Gerais, Dona Beija vai virar novela da HBO Max pelas mãos de Silvio de Abreu, agora produtor executivo de telesséries da plataforma, que define o projeto como um “híbrido de novela e série”. Na prática, serão novelas mais curtas, com cerca de 60 capítulos.

Dona Beija foi negociada pela produtora Floresta, que é quem adquiriu os direitos da obra original produzida em 1986 com enorme sucesso pela Rede Manchete. Além do melodrama, a história da feiticeira de São Domingos de Araxá também virou nome de livro e ganhou um status quase folclórico na história do Brasil.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Quase cento e cinquenta anos depois de sua morte, tudo que cerca a trajetória de Dona Beja ainda encanta muita gente, inclusive quem visita as fontes que banharam a bela mulher na cidade. Por isso, a coluna lista algumas curiosidades que talvez você não saiba sobre Dona Beija, confira!

Maitê Proença em Bona Beija (Reprodução)

Dona Beija foi um das mulheres mais bonitas do Brasil Imperial, ela encantou homens e enfureceu mulheres na região de Araxá. Ela era chamada de feiticeira de São Domingos de Araxá e se banhava nas fontes da cidade.

Seu verdadeiro nome é Ana Jacinta de São José, nascida na década de 1800. Dona Beija foi uma cortesã que abalou a sociedade da época por ser despojada e muito à frente de seu tempo.

Beija não era reverenciada somente pela beleza e o trato fino como também pela inteligência, apesar dela ser analfabeta.

Com o fascínio de sua beleza ela exercia poder sobre os homens. Ela foi recepcionada na cidade com uma bandeja de fezes e retribuiu com rosas.

Objetos e vestimentas usadas na novela da Rede Manchete fazem parte do acervo de Dona Beija na cidade, que preserva parte da história da mais importante cortesã mineira.

Uma das fontes onde Beija se banhava está preservada na região do Barreiro, onde fica também o grande hotel. A feiticeira foi imortalizada em azulejos que reproduzem os banhos de Beija nessas fontes.

SIGA ESTE COLUNISTA NAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM E TWITTER

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....