Conheça 5 vilões que vão botar o terror nas próximas novelas da Globo

Novos personagens prometem despertar ódio no público

Publicado em 29/10/2021 20:08
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Falta pouco para a Globo voltar a ter três novelas inéditas simultaneamente no ar! E com o Upfront 2022 apresentado para o mercado publicitário nesta quarta-feira (27), conferimos a sequência de produções que vem sendo preparada para os próximos tempos.

Visto isso, novas histórias, novas emoções, romance, humor, drama e novos personagens voltam a invadir a casa do brasileiro e a dar continuidade na projeção do Brasil mundo afora como o melhor produtor do gênero.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O catálogo vem recheado de obras diversas e de apelo popular, bem como o remake de Pantanal, escrita por Benedito Ruy Barbosa para a Rede Manchete em 1990.

Em como toda boa novela, além dos mocinhos protagonistas não podem faltar os personagens antagonistas que causam as confusões da trama. A coluna lista então quem são os vilões que vão botar o terror nas próximas novelas da Globo. Confira!  

Quanto Mais Vida Melhor – 19 horas

Julia Lemmertz em Quanto Mais Vida, Melhor! (Reprodução/Globo)

Em Quanto Mais Vida Melhor, a próxima das 19 horas, teremos Carmem como a grande vilã. Interpretada por Julia Lemmertz, a personagem marca a volta da atriz às novelas três anos depois da participação em Espelho da Vida.

Na trama de Mauro Wilson, sua personagem é uma mulher esperta e amarga. Será a grande rival de Paula, vivida por Giovanna Antonelli, a quem acusa pela morte de Celso (Cândido Damm), o grande amor de sua vida.

Presidente da Wollinger Cosméticos, é a concorrente de Paula nos negócios também, fazendo de tudo para comprar a empresa dela, a Terrare. Por isso, está sempre observando a rival de longe, usando um binóculo.

Além disso, Carmem é mãe de Gabriel (Caio Manhente) e vive um caso com Marcelo (Bruno Cabrerizo), o assistente de Paulo, pronta para descobrir algo comprometedor da poderosa.

Cara e Coragem – 19 horas

Ícaro Silva (Reprodução)

Cara e Coragem, de Claudia Souto, apostará em dois grandes vilões, são eles: Ícaro Silva, que vai interpretar um herdeiro de uma indústria Siderúrgica, e Ricardo Pereira, que será parceiro do personagem de Ícaro nos negócios. O folhetim terá direção de Natalia Grimberg.

Cara e Coragem tem previsão de estreia para o segundo semestre de 2022, substituindo Quanto Mais Vida Melhor. A novela é a segunda escrita por Cláudia Souto. A primeira foi Pega Pega, em 2017, atual cartaz da faixa.

Além da Ilusão – 18 horas

Danilo Mesquita (Divulgação: TV Globo)

No folhetim de Alessandra Poggi para as 18 horas, o ator Danilo Mesquita será Joaquim, um fazendeiro rico que disputa a personagem de Larissa Manoela com o mocinho vivido por Rafael Vitti.

O papel inicialmente seria de Maurício Destri, mas o ator deixou o elenco por causa do adiamento da novela devido a pandemia do coronavírus. A trama se passa entre as décadas de 1930 e 1940, retratando períodos históricos como a Segunda Guerra Mundial e a Revolução Industrial. 

Um Lugar ao Sol – 21 horas

Alinne Moraes (Reprodução/Globo)

Alinne Moraes vai dar vida à personagem Bárbara, uma patricinha rica e metida, filha de um empresário bem-sucedido, interpretado por Reginaldo Faria. Ela terá uma irmã, que ficará a cargo de Andrea Beltrão.

Apesar de ter nascido em berço de ouro, Bárbara é invejosa e sem talento. Ela sonha em se casar com Renato, o protagonista que será interpretado por Cauã Reymond, que também vem de uma família rica, mas possui problemas com drogas e álcool.

Renato tem um irmão gêmeo, Cristian, também vivido por Reymond. Os dois foram separados ainda quando eram crianças e outro gêmeo acabou sendo criado em um orfanato.

Durante a trama, Bárbara vai encontrar Cristian. Renato vai sofrer um acidente de carro, que sua família não ficará sabendo, e a vilã vai ter a ideia de colocar o irmão humilde no lugar do milionário.

Pantanal – 21 horas

Murilo Benício (Reprodução / Instagram)

Murilo Benício dará vida ao vilão Tenório, que, em 1990, foi interpretado pelo ator Antônio Petrin. Fazendeiro, Tenório constrói seu patrimônio a partir da grilagem de terras — lotear ou registrar terra pública sem autorização do órgão competente.

Uma de suas vítimas na primeira fase da novela é Gil (Enrique Diaz), marido de Maria Marruá (Juliana Paes) e pai de Juma (Alanis Guillen).

Tenório é casado com Maria Bruaca (Isabel Teixeira) e luta para enquadrar a filha Guta (Julia Dalavia), de espírito livre. Sua pose de “homem de família” cai por terra quando a existência de uma segunda esposa, Zuleica (atriz ainda não definida), é revelada com três filhos dele. 

SIGA ESTE COLUNISTA NAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM E TWITTER

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio