Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Inshalá!

Com Ana Paula Arósio e Fábio Assunção, elenco pensado para O Clone foi completamente outro

Novela de Glória Perez está sendo reprisada em celebração aos 70 anos da telenovela no Brasil

Publicado em 25/11/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Prestes a completar dois meses em exibição no Vale a Pena Ver de Novo em comemoração aos 70 anos da telenovela no Brasil, O Clone é uma obra que mesmo após duas décadas de sua produção segue despertando curiosidade no público. E o que poucos sabem, é que o elenco como conhecemos e que tanto fez sucesso, na verdade não estava previsto inicialmente por Glória Perez e Jayme Monjardim.

A começar por Jade (Giovanna Antonelli): a personagem foi pensada para que Ana Paula Arósio a interpretasse, bem como Lucas, Diogo e Léo, que ficariam a cargo de Fábio Assunção. Já Leônidas, personagem defendido por Reginaldo Faria, seria de Francisco Cuoco.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Letícia Spiller, que vinha do sucesso Esplendor (2000), foi cotada para assumir a vaga de Ana Paula Arósio. Por algum motivo ainda sem explicação, a atriz chegou a ser suspensa com vencimentos cortados e tudo.

Logo depois, foi obrigada a aceitar um papel em Coração de Estudante, mas a Ana Maria Moretzsohn, autora da história, a escalou para mocinha de Sabor da Paixão (2002) e quem ficou com o papel que seria dela foi a Carolina Kasting.

Entre outras

Em A Padroeira, novela de Walcyr Carrasco estreada no mês de junho de 2001 e que se perdurou até meados de fevereiro do ano seguinte, Stênio Garcia não chegou nem a agosto nela. O ator acabou entrando no elenco de A Padroeira porque o Walter Avancini (diretor) fez muita questão.

O veterano saiu da trama das 18 horas pois já estava reservado por Glória Perez para ser o Tio Abdul e não Ali. Mas o personagem acabou ficando com o ator Sebastião Vasconcellos. E com a recusa do Lima Duarte acabaram deslocando o Stênio para sua novela original, mas num papel ainda melhor.

Yoná Magalhães também saiu de A Padroeira, muito pouco depois do Stênio, e entrou numa novela que estreou um mês antes de O Clone, As Filhas da Mãe.

Texto com a colaboração de Fábio Costa, jornalista, pesquisador de teledramaturgia e editor do Observatório da TV

SIGA ESTE COLUNISTA NAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM E TWITTER

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....