Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Crítica de TV

Troca de corpos de Quanto Mais Vida, Melhor! evidencia talento do quarteto protagonista

Giovanna Antonelli, Mateus Solano, Vladimir Brichta e Valentina Herszage estão impagáveis

Publicado em 01/03/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Quando estreou Quanto Mais Vida, Melhor!, não faltou quem apontasse que Giovanna Antonelli estava repetindo um tipo comum em sua carreira. Paula é meio perua, meio atrapalhada, meio espalhafatosa… Ou seja, guarda muitas semelhanças com personagens vividas pela atriz em novelas como Três Irmãs (2009), Salve Jorge (2012) ou A Regra do Jogo (2015).

No entanto, o que não estávamos esperando era que Giovanna Antonelli não faria apenas Paula. A atriz, neste momento da trama de Mauro Wilson, dá vida a Neném, personagem de Vladimir Brichta. Aliás, outro ator que também costuma ser acusado de se repetir. Ele, agora, dá vida a Paula. Isso porque Paula e Neném trocaram de corpos, assim como Guilherme e Flávia. O médico inicialmente vivido por Mateus Solano agora é interpretado por Valentina Herszage, enquanto Flávia agora é defendida por Mateus Solano.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Recurso comum no cinema, a troca de corpos não é lá muito usual numa novela. Por isso, Quanto Mais Vida, Melhor! brinca com a situação. Na trama, o quarteto protagonista ganha da Morte (A Maia) a chance de mudar de vida, mas nenhum deles consegue levar a missão adiante. Assim, eles acabam sendo castigados pela “indesejável” e trocam de corpos, na intenção de se verem no lugar do outro e enxergarem suas próprias vidas “de fora”, sob uma nova perspectiva.

Com isso, Quanto Mais Vida, Melhor! ganha uma necessária injeção de ânimo. A novela é boa, bem escrita, e que narra uma história interessante e divertida. No entanto, ela peca pela excessiva repetição de situações. Isso fez a novela andar em círculos em suas últimas semanas. Agora, com a troca de corpos, ela ganha uma inusitada e divertida situação, que se desdobrará em novos conflitos. É um entrecho que, à primeira vista, parece bobo, mas que abre muitas possibilidades.

Além disso, a atual fase da trama das sete da Globo evidencia o talento do quarteto protagonista. Giovanna Antonelli, Vladimir Brichta, Mateus Solano e Valentina Herszage estão ótimos vivendo os personagens de seus colegas de cena. Giovanna e Vladimir absorveram com perfeição os cacoetes de Neném e Paula. Já Mateus e Valentina alcançaram um tom de voz e maneirismos que os remetem a Flávia e Guilherme.

Num elenco repleto de estrelas, os atores que dão vida aos quatro protagonistas de Quanto Mais Vida, Melhor! se destacam pelo excelente trabalho de composição. Está muito divertido acompanhar Paula, Neném, Guilherme e Flávia em seus novos corpos. Finalmente, Quanto Mais Vida, Melhor! diz a que veio.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Leia outros textos do colunista AQUI

Entre em contato com André Santana AQUI ou AQUI

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....