Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Apanhado da semana

Sucesso de O Cravo e a Rosa mostra o óbvio para a Globo

A faixa de "edições especiais" será fixada na grade da emissora

Publicado em 05/02/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Desde que A Hora da Venenosa, da Record TV, passou a ser uma pedra no sapato real para a Globo, a emissora fez de tudo para contra-atacar. Reformulou o Vídeo Show umas trocentas vezes, lançou o Se Joga, esticou o Jornal Hoje… mas as fofocas de Fabíola Reipert pareciam imbatíveis. Até que surgiu a “edição especial” de O Cravo e a Rosa.

No ar desde dezembro, a reprise da novela de Walcyr Carrasco e Mário Teixeira devolveu a liderança no horário à Globo. E mostrou o óbvio à emissora: a força de sua programação está nas novelas. Tanto que o Vale a Pena Ver de Novo sempre funcionou no horário em que O Cravo e a Rosa está sendo exibido.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O público da Globo aprecia novelas, sejam tramas inéditas ou reprises. Assim, escalar uma reapresentação de um folhetim de forte apelo popular, como O Cravo e a Rosa, é sempre garantia de sucesso. A novela tem fãs, o público da emissora gosta e a audiência vem naturalmente. Deu tão certo que o horário continuará abrigando reprises. Outra novela será exibida no horário em setembro.

Aliás, novela de sucesso é sempre um trunfo, seja em que emissora for. Se a trama “pega”, o público não muda de canal. A Globo pode respirar tranquila enquanto O Cravo e a Rosa estiver no ar, ao menos neste horário. O desafio será escolher uma substituta capaz de consolidar de vez esta faixa de reprises. Opções não faltam.

Domingão em alta

Os novos quadros do Domingão com Huck deram bom resultado ao programa de Luciano Huck na Globo. A atração registrou, na média de janeiro, 14,1 pontos no Ibope nacional e com share de 27,5% dos aparelhos ligados. Trata-se de crescimentos de 7% e 8%, respectivamente, sobre os números de janeiro de 2021, quando o Domingão do Faustão ocupava o horário.

Notícias

Sem mudanças repentinas nas últimas semanas, o SBT Notícias ensaia um tímido crescimento de audiência. Após as duas primeiras semanas atabalhoadas, o jornal fixou sua linha editorial e seu apresentador, Darlisson Dutra, e comemorou sua maior audiência desde a estreia nesta semana. Se o SBT tiver paciência para esperar os resultados, pode ser que a coisa aconteça. Vamos ver.

Queda

Enquanto isso, as coisas não vão nada bem na RedeTV!, que praticamente não tem mais nenhum trunfo em sua programação. São pouquíssimos os programas que rendem mais de um ponto de audiência. E a emissora não ensaia qualquer movimentação para tentar reverter esta fase ruim.

Beija flor, beija menina

Efervescente com seu projeto de telesséries, a HBO Max negocia um título de peso: Dona Beija. O remake da famosa trama da extinta Manchete está sendo produzida pela Floresta e deve ser exibida no streaming da Warner. Nomes como Grazi Massafera, Camila Pitanga e João Baldasserini são cotados para a produção, ainda sem data de estreia.

Dramaturgia em alta

Além de telesséries (que nada mais são que novelas mais curtas), a HBO Max também tem aquecido seu núcleo de séries nacionais. Uma das novidades será No Mundo da Luna, baseado no livro de Carina Rissi, e que reunirá no elenco Marina Moschen, Maria Clara Gueiros e Rosi Campos.

Todo sábado, a coluna resgata o que foi assunto por aqui. Um bom final de semana e até a próxima!

Leia outros textos do colunista AQUI

Entre em contato com André Santana AQUI e AQUI

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....