SBT erra ao trocar novela mexicana inédita por reprise de folhetim infantil

A emissora lançou uma chamada anunciando as "novelas da noite", mas voltou atrás

Publicado em 24/11/2021 19:14
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Há algumas semanas, o SBT veiculava com pompa uma chamada em que anunciava que as novelas que faziam sucesso à tarde ganhariam um espaço na grade noturna. Com o lançamento da série baseada em A Usurpadora, iniciava-se uma nova faixa de folhetins adultos. A expectativa era que Se Nos Deixam seria a próxima trama a ocupar a faixa.

No entanto, ao que tudo indica, a emissora mudou de ideia. Ao fim de A Usurpadora, o SBT apenas esticou os capítulos de Carinha de Anjo, interrompendo a faixa de novelas adultas que mal tinha sido criada. E, ao que tudo indica, o plano de ter uma novela adulta à noite não deve continuar.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Flavio Ricco, no R7, noticiou que o atual plano é lançar Poliana Moça, novela infantil inédita do SBT, na faixa das 20h30, no primeiro semestre do ano que vem. A partir daí, Carinha de Anjo ficará na faixa das 21h30. Ou seja, o SBT deve voltar a reprisar novelas infantis no segundo horário, prática que adotou nas reapresentações de Carrossel, Chiquititas e Cúmplices de um Resgate.

É até compreensível que a emissora tenha ficado receosa por conta da baixa audiência registrada por A Usurpadora. Entretanto, exibir novelas mexicanas à noite ainda parecia uma boa ideia. Afinal, A Usurpadora era uma série, um produto diferenciado, e que ainda enfrentou as retas finais de Império e Gênesis.

Faltou testar um folhetim mexicano de fato no horário. E, neste momento, com o parco desempenho de Um Lugar ao Sol e diante da A Bíblia, que nada mais é que uma reprise requentada de novelas bíblicas, o cenário se mostra bem mais favorável. Ou seja, o canal de Silvio Santos devia ter feito mais uma tentativa antes de jogar a toalha.

Com a novela certa, o SBT tinha chances de conquistar uma fatia do público noturno. Afinal, novela mexicana faz parte do DNA da emissora, e vários títulos exibidos no horário nobre já conquistaram excelentes índices de audiência no passado. Além disso, uma novela adulta poderia fazer uma transição mais suave entre as tramas infantis e o Programa do Ratinho. A emissora devia ter insistido um bocadinho mais.

Leia outros textos do colunista AQUI

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio