Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
recap novela

Quanto Mais Vida, Melhor! “abusa” da presença da Morte

Aparições da personagem têm ficado banalizadas e cansativas

Publicado em 23/12/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Atual cartaz das sete da Globo, Quanto Mais Vida, Melhor! é uma comédia divertida. O texto de Mauro Wilson é simpático e consegue extrair humor de situações prosaicas, fugindo do tom infatiloide que caracterizou algumas das últimas produções do horário.

Pois é este tom cômico que tem salvado a novela até aqui. Quanto Mais Vida, Melhor! tem uma trama interessante, mas que se desenrola de maneira um tanto lenta e repetitiva. A proposta era que Guilherme (Mateus Solano), Paula (Giovanna Antonelli), Neném (Vladimir Brichta) e Flávia (Valentina Herszage) resolvessem suas vidas ao se verem na iminência da morte, mas pouco fizeram até aqui.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Para piorar, a insistência nas aparições da figura da Morte (A Maia) se mostrou um recurso à beira do esgotamento. Sempre que algum dos protagonistas vive uma situação tensa, lá está a Morte a lembrá-lo de que está por ali. São aparições que não se justificam, já que não há um desdobramento, de fato, após tais sequências.

A ideia de ter a Morte como uma personagem da novela é muito boa. Mas as aparições dela deviam ser mais bem pensadas. Da maneira como está, a personagem é banalizada, já que o espectador já entendeu que nada realmente relevante acontece após suas aparições.

Veja mais notícias, resumo dos capítulos e informações de Quanto Mais Vida, Melhor!

Leia outros textos do colunista AQUI

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....