Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Crítica

O Clone não repete sucesso de outros clássicos e decepciona no Vale a Pena Ver de Novo

Mas a trama tem chance de virar o jogo com início de nova fase

Publicado em 07/12/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Nos últimos anos, as reprises do Vale a Pena Ver de Novo têm tido mais acertos que erros. Clássicos como Por Amor, Senhora do Destino e Laços de Família obtiveram números expressivos nos finais de tardes da Globo, mostrando que re-reprises e tramas com mais de 15 anos de idade funcionam na faixa.

Por isso, O Clone parecia uma aposta certeira. Produção do início da década de 2000, a novela de Gloria Perez é um fenômeno, sempre lembrada como uma das melhores produções do gênero. Depois que Ti-ti-ti não rendeu tanto quanto o esperado (embora, é bom que se diga, não tenha sido nenhum desastre, como gostam de pintar alguns), O Clone parecia a escolha perfeita.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Entretanto, até aqui, a história de amor de Jade (Giovanna Antonelli) e Lucas (Murilo Benício) não fez jus à missão que lhe foi dada. O Clone não repete os bons índices de audiência de Laços de Família e não repetiu o êxito de suas exibições anteriores.

Porém, a trama ainda tem chance de emplacar. Nesta segunda-feira (6), deu-se início à terceira e última fase da história. Que, na verdade, é a novela propriamente dita. As duas primeiras fases de O Clone são muito concentradas nos personagens principais. E a segunda fase, como a reprise pode confirmar, é pura encheção de linguiça, focada apenas em Dalva (Neuza Borges) acreditando que a pequena Mel vê o espírito de Diogo, quando, na verdade, ela conheceu o clone de seu pai (!).

Já na nova fase, entram todos os núcleos paralelos que consagraram a novela. Personagens como Dona Jura (Solange Couto), Karla (Juliana Paes), Tavinho (Victor Fasano), Lidiane (Beth Goulart), Clarisse (Cissa Guimarães), Escobar (Marcos Frota) e Alicinha (Cristiana Oliveira), entre tantos outros, passam a conviver com Jade e cia.

Ou seja, a novela recomeça nesta nova fase e a história decola. Este “primeiro capítulo da terceira fase” começou bem e O Clone viu seus índices subirem. Portanto, é a chance de O Clone despertar novamente o interesse do público e mostrar que, sim, foi a escolha acertada para o Vale a Pena Ver de Novo.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Leia outros textos do colunista AQUI

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....