Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
História da TV

Novo contratado do SBT, Otaviano Costa já fez de tudo na TV

O artista já foi locutor, manipulador de bonecos, ator de novelas e apresentador

Publicado em 16/01/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Na última semana, o ator e apresentador Otaviano Costa foi anunciado como o mais novo reforço do SBT. Ele estará à frente de Cozinhe se Puder – Mestres da Sabotagem, nova versão do reality show culinário que atualmente é comandado por Sérgio Marone. Será a volta de Otaviano ao SBT, emissora em que deu seus primeiros passos na telinha há 32 anos.

Otaviano deu as caras no canal de Silvio Santos em 1990 como ator, integrando o elenco do humorístico A Escolinha do Golias. Inicialmente no elenco de apoio, o jovem ator depois surgiu como o personagem Aguidalberto Boa Pinta na primeira versão do humorístico, que contava com vários esquetes além da sala de aula de Pacífico (Ronald Golias).

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Com o fim da atração, Otaviano rumou à nova MTV Brasil, onde apresentou vários programas. E, mais tarde, retornou ao SBT, onde utilizou sua habilidade em fazer vozes divertidas para atuar como locutor e manipulador de bonecos no infantil Casa da Angélica, em 1993. Era ele a voz misteriosa que conversava com a apresentadora ao longo do infantil. Além disso, Otaviano também aparecia diante das câmeras em esquetes, como na novelinha Tempestade de Lágrimas, uma sátira das novelas mexicanas.

Depois, o ator deixou a Casa da Angélica para atuar em sua primeira novela em Éramos Seis (1994). Na trama de Rubens Ewald Filho e Silvio de Abreu, ele apareceu na reta final como Tavinho, filho de Olga (Denise Fraga) e Zeca (Osmar Prado). Em seguida, ele passou pela CNT/Gazeta, onde comandou o programa CheckPoint, uma atração de auditório onde ele dividia o palco com Rodrigo Faro. A empreitada, que era terceirizada, durou pouco mais de um mês.

Sua primeira passagem pela Globo aconteceu em 1998, quando se tornou repórter do Domingão do Faustão. Mas foi no ano seguinte que ele passou a ser um animador mais conhecido, quando foi escolhido pela direção da Band para assumir a apresentação do H no lugar de Luciano Huck. Em 1999, Huck foi contratado pela Globo, e coube a Otaviano dar sequência ao seu programa de auditório, que fazia muito sucesso nas noites da Band. Aliás, foi o próprio Faustão quem indicou Otaviano para o posto.

Ali, ele conseguiu manter o sucesso do H. Pouco tempo depois, para honrar o novo apresentador, a atração mudou de nome para O+. Com novas reformulações, o programa também se chamou O Superpositivo e, depois, apenas Superpositivo. Otaviano deixou a Band em 2001, atendendo um chamado da Record TV.

Na nova emissora, a ideia de Otaviano era comandar um programa aos moldes do Programa Livre, mesclando entrevistas e musicais. Surgia o Domínio Público, exibido nos finais de tarde da Record, entre o Note e Anote e o Cidade Alerta. Mas o programa não emplacou, passou para a hora do almoço e, pouco tempo depois, foi extinto de vez.

Mas Otaviano Costa seguiu contratado da Record, onde comandou também o Jogos de Família (2002), No Vermelho (2003) e Bahia 50 Graus (2004). Depois, foi convocado para apresentar matérias especiais no Domingo Espetacular (2004), tornando-se uma espécie de “Zeca Camargo da Record”.

Em 2005, Otaviano retornou à Band no comando do programa Clube do Fã, que ficou pouco tempo no ar. Mais adiante, em 2007, ele voltou à Record, desta vez resgatando sua porção ator, vivendo Bruno Molinaro em Amor e Intrigas. E foi como ator de novelas que ele voltou à Globo, integrando os elencos de Caras & Bocas (2009), Morde & Assopra (2011) e Salve Jorge (2012). No mesmo ano, passou a integrar a bancada de comentaristas do Amor & Sexo, numa divertida dobradinha com Fernanda Lima.

Atendendo ao chamado de Ricardo Waddington, que promovia uma reformulação no Vídeo Show, Otaviano ingressou no vespertino em 2013. Inicialmente como repórter, depois apresentando quadros, até assumir o programa de vez. Em 2015, viveu seu melhor momento no Vídeo Show, quando passou a dividir a bancada com Monica Iozzi. Paralelamente, passou a fazer parte do elenco da nova Escolinha do Professor Raimundo, como Ptolomeu.

Ele deixou o Vídeo Show em meados de 2018 para assumir uma nova atração, o Tá Brincando, que entrou no ar em janeiro de 2019. O game show teve uma temporada de nove episódios e não foi renovado. E Otaviano, então, optou por não renovar seu contrato com a Globo, deixando a emissora no mesmo ano. O apresentador contou em entrevistas que buscava novos desafios.

Otaviano, então, montou seu próprio estúdio, o OtaLab, e passou a produzir vídeos para a internet. Em 2020, aceitou convite do canal GNT para apresentar o reality show Extreme Makeover Brasil. E, no mesmo ano, transformou seu estúdio num programa para a internet, o OtaLab, exibido ao vivo às quintas-feiras nos canais do UOL. No programa, Otaviano comanda entrevistas e comenta as notícias da semana.

Com o novo acordo com o SBT, Otaviano retorna à TV aberta, mas segue na internet também. Seu OtaLab foi renovado e está garantido na programação do canal UOL até o final de 2022.

Leia outros textos do colunista AQUI

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....