Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Perspectiva

Em transição, TV brasileira deve se transformar ainda mais em 2022

Canais e plataformas estão otimistas e investindo na programação do novo ano

Publicado em 01/01/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Após dois anos complicados em razão da pandemia da covid-19, que limitou bastante as produções da televisão, 2022 deve ser um ano de retomada. As principais emissoras brasileiras vêm anunciando grandes novidades, indicando um período de otimismo. Além da TV aberta, o streaming também promete reforçar a produção nacional, abrindo mais espaço para o talento brasileiro.

Na Globo, o principal desafio será resgatar o público de suas novelas, perdido nos últimos dois anos em razão das várias reprises. Pantanal, que substituirá Um Lugar ao Sol em março, é a grande aposta da temporada. A emissora acredita que o sucesso da obra, uma atualização de Bruno Luperi do texto clássico de Benedito Ruy Barbosa, colocará sua dramaturgia nos eixos novamente.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

No entretenimento, a grande missão será ampliar os índices de Domingão com Huck, que vem patinando, além de emplacar Tadeu Schmidt como novo apresentador do BBB. Reajustar a grade de sábado, sobretudo manhã e início das tardes, e dar um novo destino a Fernanda Gentil são outros desafios do ano, que terá o segundo semestre marcado pelas eleições presidenciais e pela Copa do Mundo do Catar.

A Record TV não promete grandes novidades, mas seguirá com sua linha de realities diários ao longo do ano. A emissora já garantiu novas temporadas de Power Couple Brasil, Ilha Record e A Fazenda. O canal também buscará solidificar sua dramaturgia bíblica, com Reis. A novidade é uma nova série, também de cunho bíblico, mas contemporânea: Todas as Garotas em Mim.

Já a Band estreará 2022 animada, colocando no ar já no primeiro mês do ano o Faustão na Band, atração diária de Fausto Silva. A emissora acredita que Faustão ampliará a audiência da faixa das 20h30, impulsionando a linha de shows, e também trará um bom faturamento, abrindo a possibilidade de novos investimentos e contratações. O quiz show de Zeca Camargo e uma versão diária de MasterChef são as primeiras atrações anunciadas da linha de shows.

Até o SBT, que passou os últimos dois anos na “moita”, buscará uma retomada em 2022. A emissora começa o ano reforçando sua grade infantil, com os novos desenhos do Bom Dia & Cia e Sábado Animado, e promete novidades ao longo do ano, como a nova temporada de Esquadrão da Moda e a estreia da novela inédita Poliana Moça. O canal também aguarda o retorno definitivo de Silvio Santos ao seu programa dominical.

Por fim, a RedeTV!, que também passou o último ano pouco se mexendo, ainda não tem grandes planos a anunciar além da estreia de Operação Cupido, novo programa de Luciana Gimenez. A emissora deve ter um ano decisivo.

Streaming

Grande parte das novidades na produção audiovisual brasileira estará no streaming, que deve continuar movimentando o mercado em 2022. As grandes plataformas não devem economizar em produção e prometem novas séries, programas de entretenimento, reality shows, documentários e até novelas!

O Globoplay, depois de lançar sua primeira novela, Verdades Secretas 2, promete uma segunda produção nos mesmos moldes. Enquanto isso, a HBO Max deve lançar seu projeto de “telesséries”, que são novelas com cerca de 50 capítulos. Com Silvio de Abreu como produtor executivo, os folhetins prometem atrair atores que estão soltos no mercado. A plataforma também deve lançar um novo programa com Angélica.

Enquanto Angélica defende as cores da Warner, Xuxa se lançará na Prime Video com o novo programa Caravana das Drags. A plataforma da Prime também anuncia novos projetos com Lázaro Ramos e Ingrid Guimarães.

Pioneira no segmento, a Netflix também continuará produzindo por aqui e promete novas temporadas de grandes sucessos, como Bom Dia Verônica e Cidade Invisível, além de estreias, como De Volta aos 15 e Maldivas.

Ou seja, as perspectivas para 2022 são boas. Há uma grande movimentação acontecendo no cenário audiovisual brasileiro, que deve resultar em novas produções e mais opções de entretenimento para o público.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Leia outros textos do colunista AQUI

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....