Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
História da TV

Com humorístico Ô… Coitado!, SBT impedia Gorete Milagres de ir para a Globo

A comediante rompeu acordo com a Globo para atuar na sitcom

Publicado em 06/03/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Em 1998, um novo nome do humor nacional surgiu de uma maneira meteórica: Gorete Milagres. A atriz e comediante roubou a cena ao interpretar a empregada doméstica Filomena em A Praça É Nossa, do SBT. Seu bordão “Ô… Coitado!” caiu na boca do povo e a personagem de Gorete se tornou uma mania nacional.

Com o sucesso, a Globo cresceu o olho e contratou Gorete Milagres. A emissora carioca tinha planos de encaixá-la em A Turma do Didi, que estreou naquele ano, ou ainda aproveitá-la num novo projeto humorístico que estava sendo formatado (Zorra Total, que estreou em 1999). No entanto, Silvio Santos correu atrás de sua estrela e a trouxe de volta ao SBT, prometendo um alto salário e um programa só dela. Gorete, então, rompeu com a Globo e retornou ao seu canal de origem.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Surgiu assim Ô… Coitado!, sitcom protagonizada por Gorete Milagres e Moacyr Franco. Na atração, Franco vivia o cantor decadente Steve Formoso, que não tinha onde cair morto e morava numa casa caindo aos pedaços. Filomena, então, surge em sua vida e passa a trabalhar na casa de Steve. Juntos, eles bolam planos mirabolantes para sair da pindaíba.

Ô… Coitado! estreou em 4 de março de 1999 e se tornou um sucesso instantâneo, dada a popularidade de Filó e a boa parceria formada entre Gorete Milagres e Moacyr Franco. Em seu início, a atração alcançava a liderança de audiência, fazendo a Globo lançar seu Zorra Total, pensado para os sábados, nas noites de quinta-feira, batendo de frente com Filó. Não deu muito certo, e o Zorra mudou para os sábados tempos depois.

No entanto, a continuidade do Ô… Coitado! foi ameaçada quando a Globo entrou em cena. De acordo com a Folha de S. Paulo de 3 de julho de 1999, o fato de Gorete Milagres ter acertado com a Globo e, depois, voltado ao SBT, gerou um processo que foi ganho pela emissora carioca. Mas a Globo abriu mão da multa rescisória caso Gorete topasse mudar de canal.

A atriz, então, preparava-se para mudar novamente. Mas, enquanto a Globo decidia se aproveitava Gorete Milagres no Sai de Baixo ou lhe entregava um programa próprio, o SBT voltava a agir para segurá-la. Por fim, Silvio Santos ganhou a disputa novamente, prometendo mais investimentos em seu programa.

Ô… Coitado!, então, foi reformulado. Moacyr Franco e seu filho, Guto Franco (que dirigia o programa), deixaram o projeto. A temporada de 1999 do humorístico foi encerrada em episódios nos quais Filó tentava vender a casa deixada por Steve Formoso, que fugiu dos credores, ou aparecia fazendo faxina na casa de artistas, como Jair Rodrigues. Filó também chegou a trabalhar num restaurante, montado na antiga casa de Steve Formoso.

Em 2000, o Ô… Coitado! foi novamente reformulado. O programa voltou a ter cenário fixo quando Filó se tornou a empregada doméstica em uma casa de família. Na casa viviam Dona Cláudia (Mara Manzan), a nova patroa de Filó, e os filhos Rica (Lugui Palhares) e Tábata (Amanda Acosta). No entanto, nesta fase, o programa perdeu audiência.

Assim, no final do mesmo ano, Ô… Coitado! chegou ao fim definitivamente. A atração chegou a ser reapresentada no SBT, nos anos de 2009 e 2014, com índices de audiência satisfatórios.

Reveja um episódio de Ô… Coitado!:

Leia outros textos do colunista AQUI

Entre em contato com André Santana AQUI ou AQUI

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....