Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Comentário

Com capítulos menores, Um Lugar ao Sol perde uma de suas maiores qualidades

Os capítulos da novela de Lícia Manzo perderam seus poderosos ganchos

Publicado em 22/01/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Por conta da decisão de adiar em duas semanas a estreia de Pantanal, a Globo “esticou” Um Lugar ao Sol em duas semanas. Mas, como a trama de Lícia Manzo já está toda gravada, o processo de esticamento se dará na edição. O resultado disso já aparece no ar, pois a duração dos capítulos da novela diminuiu.

Em vez de rechear os capítulos com stock shots e flashbacks, como a coluna chegou a acreditar, a direção da emissora optou por, simplesmente, desmembrar os capítulos. Isso reduziu o tempo de arte dos episódios, que terminou antes das 22h30 praticamente a semana toda. Ao que tudo indica, a estratégia se dá, também, para que o BBB 22 entre mais cedo, já que a audiência do reality show vai muito bem.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Com capítulos menores, Um Lugar ao Sol demorará mais tempo para desenrolar sua trama. O que não chega a ser um problema, já que a novela sempre se mostrou muito ágil. Diminuir um pouco o ritmo não deve trazer grandes diferenças nos acontecimentos da trama.

Entretanto, a novela perdeu um de seus maiores trunfos: os ganchos poderosos. Lícia Manzo, boa roteirista que é, sempre encerra seus capítulos num momento de máxima tensão. Esperta, nem sempre ela entrega o que o público espera, já que vários dos seus ganchos se revelam, no dia seguinte, enganos ou “pegadinhas”.

Ainda assim, ela instigava o público ao finalizar o capítulo num momento de tensão. Apesar da baixa audiência, Um Lugar ao Sol tem um público cativo, que costuma vibrar a cada desfecho. Isso se perdeu. Durante a semana, em vários capítulos, a novela se encerrou em momentos que pareciam aleatórios.

Ou seja, mais uma vez, a Globo sacrifica Um Lugar ao Sol. A trama já foi usada como “boi de piranha”, para servir de tapa-buraco enquanto Pantanal era preparada com pompa a farta divulgação. Agora, ao ser esticada, mais uma vez a emissora prejudica a obra de Lícia Manzo para favorecer sua substituta.

Leia outros textos do colunista AQUI

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....