Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
História da TV

Clássico da TV brasileira, Programa Livre terminava há 20 anos

A atração criada por Serginho Groisman também foi apresentada por Babi Xavier

Publicado em 26/12/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Um dos programas de auditório mais relevantes da televisão brasileira, o Programa Livre fez história na década de 1990 na programação do SBT. A atração que projetou Serginho Groisman foi lançado em 19 de agosto de 1991, e saiu de cena em 22 de dezembro de 2001, quando já era comandado por Babi Xavier.

Programa Livre foi lançado pelo SBT num pacote de novidades da emissora, que comemorava 10 anos no ar. A atração era inspirada no Matéria Prima, programa que Serginho Groisman comandou na TV Cultura. Interessado em trazer uma audiência mais qualificada para sua emissora, Silvio Santos viu em Serginho Groisman a oportunidade de falar ao jovem e atrair bons anunciantes.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Isso realmente aconteceu e o Programa Livre se tornou um grande acerto. No programa, Serginho Groisman recebia uma plateia formada por estudantes, que participava ativamente das entrevistas que eram realizadas no palco diariamente. Serginho recebia artistas, mas também figuras públicas e especialistas, promovendo debates e discussões sobre vários temas.

A música também era um dos elementos que caracterizava o Programa Livre. Serginho recebia convidados que tocavam ao vivo, incluindo diversas atrações internacionais. Grandes nomes da música passaram por ali.

Também são históricas as inúmeras mudanças de horário pelo qual o Programa Livre passou. O programa, que era diário, ia ao ar, inicialmente, nos fins de tarde. Depois passeou por vários horários, chegando inclusive ao horário nobre. Em seus últimos anos à frente da atração, Serginho Groisman apresentava seu Programa Livre das 15h30 às 16h30.

Em 1999, Serginho Groisman decidiu aceitar o convite da Globo e deixou a atração. Assim, a partir do dia 13 de setembro de 1999, o programa ganhou cinco apresentadores, um para cada dia da semana: Ney Gonçalves Dias às segundas, Márcia Goldschmidt às terças, Lu Barsotti às quartas, Christina Rocha às quintas e Otávio Mesquita às sextas.

No início de 2000, outra mudança atingiu o Programa Livre. Com o fim do Jô Soares Onze e Meia, a atração foi escalada para ocupar seu espaço nas madrugadas do SBT, na faixa da 0h30. Babi Xavier, oriunda da MTV Brasil, foi a escolhida por Silvio Santos para dar sequência ao programa. Nesta fase, além das entrevistas tradicionais, Babi recebia especialistas para falar de sexo, repetindo sua boa experiência à frente do Erótica MTV.

Mas, com Babi e em horário ingrato, Programa Livre foi perdendo relevância. Em setembro de 2001, a atração deixou as madrugadas e passou a ser semanal, nas tardes de sábado, mas durou pouco tempo no novo horário, saindo do ar de vez em dezembro do mesmo ano.

O formato do Programa Livre ainda vive nas mãos de Serginho Groisman, que o mantém em seu Altas Horas, na Globo. Mas, no SBT, já houve alguns boatos de que a atração retornaria, com novo apresentador. Porém, até hoje, isso nunca aconteceu.

Leia outros textos do colunista AQUI

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....