Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
História da TV

Antes da TV Cruj: relembre o Disney Club da Globo

Zé Carioca apresentou uma das versões do infantil na Globo

Publicado em 23/01/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Um dos programas infantis mais importantes da televisão brasileira do final da década de 1990, o Disney Club, do SBT, até hoje povoa o imaginário de quem foi criança naquela época. A TV Cruj, que “invadia” o sinal da emissora de Silvio Santos todo final de tarde e exibia produções da Disney, se tornou um ícone desta geração.

Entretanto, poucos se lembram que, antes do SBT, Disney Club também foi um programa da Globo. A emissora carioca firmou um contrato com a empresa de Mickey Mouse para a exibição de desenhos animados do estúdio em sua programação. E desta parceria nascia o primeiro Disney Club, que estreou em maio de 1993 no canal da família Marinho.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O primeiro Disney Club era, na verdade, uma faixa de desenhos animados exibida nas manhãs de domingo. A atração trazia algumas das mais recentes séries de animação da Disney daquela época, como TaleSpin e Tico e Teco e os Defensores da Lei. Esta primeira versão do Disney Club ficou no ar entre 1993 e 1995.

No ano seguinte, o Disney Club ganhou uma segunda versão na Globo. Desta vez, o título foi utilizado num quadro dentro da TV Colosso, que tinha a apresentação de Zé Carioca. O personagem brasileiro da Disney, representado por um fantoche, apresentava a atração, que tinha o formato de um talk show.

Diariamente, Zé Carioca recebia convidados para entrevistas. O papagaio também dava dicas culturais e trazia informações sobre a Disney, seus personagens e parques temáticos. E, claro, exibia desenhos animados, como As Aventuras de Mickey e Donald. A segunda versão do Disney Club ficou no ar ao longo de 1996.

Foi apenas no ano seguinte, 1997, que a Disney fechou com o SBT para a produção do “novo” Disney Club. Desta vez, o estúdio estadunidense veio com uma ideia mais pretensiosa, tendo Cao Hamburger à frente da nova produção. Cao, que havia acabado de emplacar Castelo Rá-Tim-Bum na TV Cultura, criou, com a roterista Claudia Dalla Verde, o novo conceito do programa, que seria uma TV pirata.

Surgia então a TV Cruj, a televisão pirata do Comitê Revolucionário Ultrajovem, que invadia o sinal do SBT todo final de tarde. Inicialmente, o Cruj era formado por Caju (Diego Ramiro), Chiclé (Leonardo Monteiro) e Macaco (Caíque Benigno); posteriormente, juntou-se a eles Maluca (Jussara Marques).

O quarteto reivindicava os direitos das crianças, ou melhor, dos “ultrajovens”, trazendo para as telas conflitos típicos da infância e pré-adolescência. Entre uma reivindicação e outra, os apresentadores exibiam desenhos da Disney. Timão e Pumba, A Turma do Pateta, TV Quack Pack, Superpatos e Bonkers foram algumas das várias animações da Disney exibidas pela atração.

Esta versão, a mais famosa do Disney Club, foi encerrada no dia 19 de janeiro de 2001. Mas o programa retornou em abril do mesmo ano, desta vez nas manhãs de sábado, e com novo nome: Disney Cruj. A nova fase teve episódios inéditos exibidos até o final de 2002; no ano seguinte, ficou no ar com reprises, até ser cancelado de vez.

Veja a abertura do primeiro Disney Club na Globo AQUI

Veja a segunda versão do Disney Club na Globo com apresentação de Zé Carioca:

Leia outros textos do colunista AQUI

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....