Comentário

Alta expectativa em torno de Pantanal pode prejudicar a novela

Quanto maior a expectativa, maior se torna uma possível decepção

Publicado em 09/02/2022

Antes prevista para estrear em 14 de março, Pantanal foi adiada em duas semanas na Globo. A novela de Bruno Luperi, que atualiza o texto clássico de Benedito Ruy Barbosa, entraria em cena no dia 28 de março. No entanto, agora, não se crava uma data exata para a estreia do folhetim.

De acordo com o site Notícias da TV, atrasos nas gravações em razão de imprevistos causados pela pandemia da covid-19 colocam em xeque o atual planejamento. Pode ser que Pantanal entre no ar apenas em abril. Com isso, o horário nobre da Globo fica ainda mais prejudicado do que já está.

Afinal, Um Lugar ao Sol precisou ser reeditada para ganhar mais duas semanas no ar, o que fez a trama de Lícia Manzo desandar. Se antes ela contava com uma narrativa ágil, agora a novela parece estacionada, como se tivesse perdido fôlego.

Sendo assim, caso haja uma nova necessidade de esticar Um Lugar ao Sol, a novela tende a ficar ainda mais lenta. Uma situação ruim, e até injusta, para uma novela que não se mostrou boa de ibope, mas, por outro lado, nunca abriu mão da qualidade. A trama tem uma boa história, ótimos personagens, diálogos impecáveis e trata de assuntos urgentes e que estão na ordem do dia.

Um Lugar ao Sol foi prejudicada desde o início, quando estreou sem grande divulgação ou qualquer cuidado. Sempre foi tratada como “sala de espera” para Pantanal, esta sim merecedora de uma das divulgações mais adiantadas da história da Globo.

Aliás, com uma divulgação tão adiantada, a Globo pode até mesmo conseguir o efeito contrário do que se espera. Afinal, a intensa promoção de Pantanal cria grandes expectativas no público. E, como se sabe, quanto maior a expectativa, maior um possível tombo. Com o hype lá em cima, Pantanal precisará ser impecável para que o público não seja decepcionado. Não que ela não tenha condições para isso, mas um pouco de cautela não faz mal a ninguém.

Leia outros textos do colunista AQUI

Entre em contato com André Santana AQUI e AQUI