Thelma deve ter desfecho ‘injusto’ em Amor de Mãe; descubra qual

Especula-se que Manuela Dias escreveu uma cena alternativa para o final da vilã de Adriana Esteves

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Cogita-se que Adriana Esteves gravou um final alternativo para despistar a imprensa em relação ao desfecho real de Thelma, a grande vilã da trama de Manuela Dias. Nesse final específico, a víbora será presa e condenada a 40 anos de prisão pelos crimes cometidos por tentar ocultar a identidade de seu filho Danilo (Chay Suede), que é na verdade, Domênico, o herdeiro roubado de Lurdes (Regina Casé).

Final que deve ser exibido

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo apuramos, o final que deve ser exibido no horário nobre da Globo será a morte da psicopata que terá seu aneurisma rompido após ver seu ‘filho’ nos braços de Lurdes, a mãe biológica do rapaz. De acordo com fontes, a cena em questão foi uma das mais emocionantes da trama de Manuela Dias. Já que Adriana Esteves e Regina Casé foram aplaudidas de pé durantes alguns minutos pela equipe da novela após o desfecho das personagens.

Adriana Esteves comentou que ficou muito feliz com o final de sua vilã. “O final da Thelma era o que eu esperava e imaginava. Me emocionou muito. Durante os 23 capítulos finais, ela é doida e é vilã, mas também tem uma coerência e uma beleza muito fortes no final”, afirmou. Vale ressaltar que a fala da atriz não tem ligação com os desfechos citados anteriormente.

Reencontrando a personagem na pandemia

Adriana conta, ainda, como foi o reencontro com Thelma quando retomou as gravações da novela. “Tenho a impressão de que ficamos com o personagem guardadinho e, quando voltamos, estávamos cheios de vontade de colocar ele para fora. Acho que voltamos com mais entusiasmo, com muita vontade de terminar a história e dar um desfecho para ela”, concluiu a antagonista de Amor de Mãe que terá seu último capítulo exibido na próxima sexta-feira, 09 de abril. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio