Téo descobre segredo obscuro de Fiona: “Eu já chorei tanto”

O último capítulo da trama de Daniel Ortiz será exibido no próximo dia 16 de julho

Publicado em 26/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um dos momentos mais aguardados de Salve-se Quem Puder ocorrerá no capítulo 96 da novela de Daniel Ortiz que entra em sua reta final nas próximas semanas. A cena em questão será o reencontro entre mãe e filha envolvendo Luna (Juliana Paiva) e Helena (Flávia Alessandra).

Com certeza, a descoberta de que a Fiona é a Luna, a filha que ela acreditava estar morta. É uma cena bem forte e emocionante. Exigiu bastante de mim e da Ju (Paiva), porque precisávamos de uma concentração e de uma carga de emoção enormes. Helena acreditava que a filha estava morta há tantos anos e convivia com aquele fantasma do passado. E ela ganha uma nova chance ao descobrir que a filha está viva. E tem ainda o reencontro dela com o Mário (Murilo Rosa), que ela também acreditava estar morto. É muita emoção para uma pessoa só”, relata Flávia Alessandra sobre a cena em questão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Téo ( Felipe Simas ) e Luna/Fiona ( Juliana Paiva) – (Divulgação/Rede Globo)

Após a descoberta, Helena revelará a Téo (Felipe Simas), seu enteado, de que a mexicana é sua filha. “Você tem razão, Téo. Era uma implicância irracional. Porque o que eu via no olhar da Fiona. Era o olhar da minha filha. Mas aquilo era impossível. Porque eu achava que a Luna tinha sido assassinada. Então toda vez que eu olhava pra Fiona, eu ficava desconcertada. A Luna estava escondida em uma cidadezinha do interior de São Paulo. Mas arriscou a vida dela, pra vir pra cá, pra se aproximar de mim”, dirá a empresária sendo contida por Luna. 

Alejandro (Rodrigo Simas) de Salve-se Quem Puder (Divulgação/Globo)

Mas antes disso, a filha de Helena revelará a Alejandro que sua mãe a reconheceu. “Eu já chorei tanto. No caminho de volta eu ficava lembrando quando a gente se abraçou. Quando ela me chamou de filha depois desse tempo todo. E o mais importante foi saber que a minha mãe nunca quis me abandonar, que ela sempre me amou!”, relatará a fisioterapeuta sendo interrompida pelo cantor. “Eu lembro como cê sofria, desde pequena. A Luna sempre faltava às aulas quando era Dia de las Madres no México. Ela não queria ver os colegas fazendo presentes pras mães. Era muito difícil pra ela”, finalizará Alejandro beijando Luna que nesse momento da história estará namorando a filha de Mário (Murilo Rosa).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio