Sophia Abrahão celebra participação em Salve-se Quem Puder: “Era uma novela que eu já acompanhava e adorava”

O último capítulo da trama de Daniel Ortiz será exibido no próximo dia 16 de julho

Publicado em 13/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A novela de Daniel Ortiz entra em sua reta final. E para não perder o costume, a coluna revela o desfecho de Júlia (Sophia Abrahão) na trama das sete da Globo. Já os finais de Alexia (Deborah Secco), Luna (Juliana Paiva) e Kyra (Vitória Strada) você descobre clicando aqui.

Sophia Abrahão gravou dois desfechos para a personagem. Em um dos finais, Júlia termina ao lado do noivo de Kyra (Vitória Strada). E no outro, ela forma par com Alan (Thiago Fragoso). Mas tudo indica que o final escolhido pelo autor será o da jovem com Rafael (Bruno Ferrari). Já Kyra terminará nos braços de Alan.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sophia Abrahão que estava longe da telinha celebra a participação em Salve-se Quem Puder. “Era uma novela que eu já acompanhava e adorava. Já me divertia demais assistindo como espectadora. E também, a Júlia me encantou desde a primeira vez que conheci sua história. Conversei bastante com o Daniel (Ortiz) e ele me contou sobre como tinha imaginado a condução da personagem dentro da trama. O nosso diretor, Fred Mayrink, e sua equipe fantástica de direção, também foram fundamentais para esta composição e por me acolherem tão bem”, pondera.

Sophia Abrahão nos bastidores de Salve-se Quem Puder (Globo/João Miguel Junior)

A atriz teve que ficar em quarentena durante alguns dias para gravar as cenas secretas mencionadas anteriormente. “No início, foi tenso (risos). Algo bem diferente. Por exemplo, ensaiar de máscara é difícil demais para quem trabalha com atuação. A parte de preparação antes da cena (cabelo, maquiagem, figurino) era feita por nós mesmos. Cada um no seu camarim, com o seu próprio kit de maquiagem. Cabelo e figurino também ficavam por nossa conta. Foi tudo bem diferente em função dos protocolos, mas nos adaptamos rapidamente e deu tudo certo”, relata.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio