Exclusivo

Mãezona, Dona Patroa mata charada e descobre segredo de Teca guardado a 7 chaves em capítulo especial de Renascer: “Quem diria”

Trama de Bruno Luperi entra em sua semana decisiva na programação do plim-plim

Publicado em 20/05/2024

Em cenas que estão previstas para irem ao ar em breve em Renascer, Dona Patroa (Camila Morgado) cairá para trás ao descobrir através de Rachid (Almir Sater) que Teca (Lívia Silva) é filha biológica de Samuel Hassan Salhab, PRIMOGÊNITO DE MARIANINHA (Gabriella Cristina). Sendo assim, a ex-moradora de RUA é SOBRINHA/NETA de MARIA SANTA (Duda Santos).

“Quando nós leva o Marianinha embora daqui, pobrezinha estava muito machucada. Tinha, assim, olho roxo… vergão nos berna… Coitadinha. Babai dela quase quebra ela…”, dirá o TURCO que PROSSEGUE com o seu raciocínio. “(…) É… o pai bumba o minha boi mesmo! (…) Mas então nós leva Marianinha com nós… E nós cuida dela… e nós casa ela… e nós fica muito feliz! Muito feliz mesmo…”, finalizará Rachid ASSUMINDO que CRIOU Samuel COMO FILHO.

RESUMO DO CAPÍTULO DO DIA 31 DE MAIO DE RENASCER 

José Inocêncio se recorda do seu casamento com Maria Santa celebrado também na Casa de Jacutinga. Egídio e José Inocêncio brindam a derrota que ambos sentiram com o casamento dos filhos. Mariana se embriaga e acaba criando um embate com Sandra na festa de casamento. José Inocêncio enxerga Maria Santa no rosto de Mariana e a tira para dançar. José Inocêncio deixa Mariana furiosa ao chamá-la de Maria Santa. Norberto nomeia Eliana como herdeira de Jacutinga. Dona Patroa sente a partida de Sandra. José Inocêncio avisa a Bento que a proposta que fez a Eliana só será válida se a ex-nora for embora. José Inocêncio pensa em usar Dona Patroa em sua briga contra Egídio.

Dona Patroa e Rachid em Renascer
Dona Patroa e Rachid em Renascer

Renascer é uma novela escrita por Bruno Luperi baseada na obra de Benedito Ruy Barbosa. A direção artística é de Gustavo Fernandez, direção geral de Pedro Peregrino e direção de Alexandre Macedo, Walter Carvalho, Ricardo França e Mariana Betti. A produção é de Betina Paulon e Bruna Ferreira e a direção de gênero de José Luiz Villamarim.