Juliana Paiva comemora o final feliz entre Luna e Helena

O último capítulo da trama de Daniel Ortiz será exibido no próximo dia 16 de julho

Publicado em 7/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Juliana Paiva que interpreta a doce Luna em Salve-se Quem Puder revelou para a coluna que foi um grande desafio gravar as cenas finais de sua personagem durante a pandemia.

Foi realmente uma reinvenção para todo mundo durante esse período da pandemia. A gente teve que se reinventar dentro de casa, teve que desempenhar novas atividades, descobrir novas atividades para cuidar da saúde mental, e o retorno ao trabalho não foi diferente. A gente teve que se reinventar na forma de trabalhar”, revela a jovem que renovou o contrato com a Globo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Encontro entre mãe e filha

Para rodar a cena em que Luna revela para Helena (Flávia Alessandra) ser a sua filha biológica, Juliana e Flávia Alessandra precisaram ficar em quarentena em um hotel para passar veracidade durante a gravação. Já que a tomada em questão necessitava de contato físico.

Luna (Juliana Paiva) e Helena (Flávia Alessandra) de Salve-se Quem Puder (Divulgação/Globo)

Eu usava meu camarim para colocar uma música que já me trouxesse a imersão da personagem. Como eu que fazia meu cabelo e maquiagem, colocava música durante esse processo. Ficava batendo texto. A gente às vezes batia texto porta com porta para conseguir trocar com o colega, porque a gente só tinha de fato o momento do set para ter essa interação. Mas a gente teve muito profissionalismo”, pondera a intérprete que foi elogiada pela mídia especializada por sua entrega em cena. O mesmo aconteceu com Flávia Alessandra.

Juliana ficou muito feliz em gravar as cenas finais de sua personagem. Já que a novela foi interrompida durante o agravamento da pandemia no País.

Juliana Paiva (Divulgação/Globo)

Voltar ao trabalho foi muito bom, reencontrar os colegas, dar o merecido final feliz para a Luna. Foi possível, sim, a gente trabalhar porque teve muito comprometimento, respeito e consciência de todos. A gente se cuidava, se lembrava do distanciamento, a gente se lembrava da máscara, do álcool. Foi quase um pacto criado durante esse período por toda a equipe”, finaliza Paiva com o coração cheio de gratidão.

O final de Helena você descobre clicando aqui.

Beijo de Mário (Murilo Rosa) e Helena (Flávia Alessandra) em Salve-se Quem Puder (Divulgação/Globo)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio