Fabíola Reipert não se considera uma celebridade: “Sou jornalista!”

Sucesso nas tardes da Record TV com seu quadro de fofocas, ela diz que Silvio Santos é a celebridade mais amada do Brasil

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fabíola Reipert é considerada uma das maiores jornalistas de celebridades do Brasil. E uma prova viva disso é o seu sucesso à frente do quadro A Hora da Venenosa, da Record TV, que é inserido dentro do Balanço Geral SP, conduzido brilhantemente por Reinaldo Gottino.

Em uma conversa franca, a ‘venenosa’ mais amada do Brasil falou de seu futuro profissional e do lado ‘pantanoso’ do mundo dos famosos. A seguir, confira o papo com a querida Fabíola Reipert: 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

ANDRÉ ROMANO – Quem é a Fabiola Reipert que o público não conhece?

FABÍOLA REIPERT – Não sou fofoqueira na vida real. Sei os segredos mais cabeludos dos meus amigos e não conto para ninguém, tanto que todos confiam em mim e me falam tudo.

AR – Você deixou de escrever em um blog de fofoca no R7. Qual o balanço que você faz disso?

FR – Estou aprendendo a fazer TV diante das câmeras, pois antes eu fazia a TV dos bastidores, estava mais acostumada a escrever sobre o assunto. Adorava fazer o blog no R7, mas infelizmente não dava mais para conciliar os dois.

AR – Com essa mudança, você focou mais no seu lado apresentadora. Como é o seu dia a dia no comando da ‘A Hora da Venenosa’?

FR – Uma coisa que eu não esperava, que era ser apresentadora, aconteceu. E estou dando o melhor de mim. Gosto de fazer as coisas da melhor maneira possível. Pelo menos eu tento. Chego todo dia cedo na Record para uma reunião, da qual o [Reinaldo] Gottino também participa, para decidirmos os assuntos do quadro.

AR – Você fala dos famosos, mas dia desses, sua operação plástica ficou em destaque na mídia. Você se assustou com isso?

FR – Não me assustei, pois não ligo para o que falam de mim. Entra por um ouvido e sai pelo outro. Tenho preguiça de esquentar a cabeça. Sobre a cirurgia, não escondi de ninguém, não era segredo algum, contei para meio mundo.

AR – Você é bem vaidosa, né?

FR – Sou, mas sem exageros. Não sou paranoica. Tem gente que exagera e vive escrava da vaidade. Não sou assim.

AR – Essa foi a sua primeira cirurgia plástica?

FR – Não. Nem será a última. Já fiz lipo também. Agora fiz lifting facial. Sempre que achar necessário, vou fazer. Acho a cirurgia plástica incrível.

AR – O que tira você do sério?

FR – Gente falsa. Que finge ser amiga, mas não é. Que se incomoda com a sua vida e não quer ver você feliz, mas na sua frente te chama de querida.

AR – Seu quadro no Balanço Geral SP bate a Globo no Ibope. Isso deixa você lisonjeada?

FR – Ficamos felizes, claro. O sucesso do quadro se deve ao trio Reinaldo Gottino, Renato Lombardi e eu. Acho que o povo foi com a nossa cara. Mas pode ser que uma hora enjoem de nós, então, temos sempre que ter o pé no chão e não ficar deslumbrados.

AR – Seu quadro fala da vida dos outros. Você sempre gostou de falar da vida dos outros?

FR – Curiosidade sobre a vida dos outros a gente sempre tem, né? Isso é do ser humano. Mas não sou falsa. Quando sou amiga, sou pra valer.

AR – Você pensa em lançar um livro sobre sua experiência como jornalista do mundo das celebridades?

FR – Acho que talvez um dia eu lance um livro, sim. Te garanto que tenho muito para contar e que os famosos vão ficar apavorados.

AR – Em sua opinião, qual é a celebridade mais amada do Brasil?

FR – Silvio Santos. Ele é quase unanimidade.

AR – E a mais odiada?

FR – Acredito que tenham muitas. Cada pessoa tem um gosto diferente da outra, e simpatiza mais ou menos com certas celebridades.

AR – Você se considera uma celebridade?

FR – Não! Sou jornalista. Jornalista que quer ser celebridade está equivocado, na minha opinião.

AR – O que você acha dos jornalistas que se acham celebridades?

FR – Acho que a gente aprende na faculdade de jornalismo que jornalista não é notícia. Simples assim!

AR – Qual é a manchete que você gostaria de ver estampada na capa de um jornal?

FR – “Chegam ao fim os maus-tratos aos animais!”.

AR – Qual é o Brasil que você quer para a nova geração?

FR – Que tenha mais empregos e que a água não acabe.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio