Confira o final secreto de Téo em Salve-se Quem Puder

O último capítulo da trama de Daniel Ortiz será exibido no próximo dia 16 de julho

Publicado em 30/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A novela de Daniel Ortiz entra em sua reta final nas próximas semanas. E para não perder o costume, a coluna revela o desfecho de Téo (Felipe Simas) na trama das sete da Globo. Já os finais de Alexia (Deborah Secco), Luna (Juliana Paiva) e Kyra (Vitória Strada) você descobre clicando aqui.

Luna e Téo (Felipe Simas) finalmente se acertarão no capítulo final de Salve-se Quem Puder. Surpreso ao descobrir que Luna é filha biológica de sua madrasta, o rapaz construirá uma família com a doce mexicana. Na cena final da trama das sete, Luna e Téo retornarão ao México acompanhados de Kyra e Alexia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Antes disso, Téo ficará surpreso ao descobrir que a jovem que ele salvou no México, é filha biológica de sua madrasta. “A Luna, a minha filha que eu achava que tinha sido assassinada por minha causa, é a garota que você tentou salvar no furacão. Ela mesma me confirmou tudo”, dirá Helena (Flávia Alessandra) revelando a verdadeira identidade de Fiona para Téo. 

Luna (Juliana Paiva) e Téo (Felipe Simas) de Salve-se Quem Puder (Divulgação)

Eu vou precisar de um tempo pra me acostumar com tudo isso. Que Fiona é Luna, que é a garota que eu tentei salvar. Naquela noite, era tanto vento no meio da tempestade, que eu não consegui ver o seu rosto”, concluirá Téo que terminará a trama de Daniel Ortiz ao lado da filha de Helena.

Desfecho de Hugo 

Helena e Luna serão sequestradas por Hugo (Leopoldo Pacheco) nos capítulos finais de Salve-se Quem Puder. Sob a mira de um revólver, a empresária conseguirá desarmar o bandido. Durante uma distração do marido, a loira atingirá o chefão do crime com um extintor. Após cambalear, Hugo despencará do segundo andar do Empório Delícia, vindo a falecer em seguida. 

Helena (Flávia Alessandra) e Hugo (Leopoldo Pacheco) – (Divulgação/Globo)

O papai era um bandido, mas ainda assim é meu pai. Já mandei organizar o enterro dele. Pelo menos uma coisa boa o papai fez. Ter colocado você na minha vida. Que me criou como se fosse seu filho”, concluirá o diretor perdoando Helena. “Você é meu filho. Você, a Micaela e a Luna. Eu tenho três filhos lindos”, finalizará a empresária sendo acarinhada pelo filho postiço.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio