Exclusivo

Após escapar da morte, Aline desmaia de medo ao descobrir que é filha biológica de pai inesperado em Terra e Paixão: “Só pode ser castigo!”

Novela das nove da Globo se encaminha para o seu capítulo de número 200

Publicado em 03/11/2023

Em cenas que estão previstas para irem ao ar em BREVE em Terra e Paixão, Aline (Barbara Reis) cairá para trás ao constatar que Antônio (Tony Ramos) é seu pai biológico. Já que Jussara (Tatiana Tiburcio) engravidou do endinheirado na época em que ela trabalhava na fazenda dos La Selva.

Devido a isso, a professora desistirá de se VINGAR do REI DA SOJA. “(ALINE COM A ARMA DE GENTIL NA MÃO) Eu entendo que você tá pensando na minha proteção, Seu Gentil… Mas eu não posso aceitar essa arma. Eu até usei uma espingarda velha que foi do Samuel pra espantar os La Selva e o geólogo uma vez. Mas eu não sou disso. Eu quero muito ganhar essa guerra contra o Antônio, mas não agindo como ele. Se cada pessoa achar que precisa de uma arma pra se defender, a violência só vai aumentar”, dirá a mocinha sendo contida pelo pai de Jonatas (Paulo Lessa).

“(GENTIL COM RAIVA) Essa gente só entende a linguagem da violência, Aline. Com eles não tem conversa, não tem justiça. Como você quer lutar contra o Antônio sem usar as mesmas armas que ele usa? Se você tivesse armada naquela noite, podia ter se defendido. O Jonatas também nunca quis usar arma e deu no que deu, quase perdeu a vida e talvez nem volte a andar”, finalizará o idoso encarando a filha de JUSSARA . 

LEIA TAMBÉM: Coração dilacerado! Descubra qual é a doença que tira o sono de Antônio La Selva em Terra e Paixão

Aline (Barbara Reis) e Antônio (Tony Ramos) em Terra e Paixão
Aline (Barbara Reis) e Antônio (Tony Ramos) em Terra e Paixão

Terra e Paixão é uma novela criada e escrita por Walcyr Carrasco. A obra é escrita com Márcio Haiduck, Vinícius Vianna, Nelson Nadotti e Cleissa Regina. A direção artística é de Luiz Henrique Rios com direção geral de João Paulo Jabur e direção de Tande Bressane, Jeferson De, Joana Clark, Felipe Herzog e Juliana Vicente. A direção de gênero é de José Luiz Villamarim e a produção é de Raphael Cavaco e Mauricio Quaresma.