Exclusivo

Após apunhalar Gilda pelas costas, Lucília será assassinada e terá final trágico em Amor Perfeito

Viúva de Leonel (Paulo Gorgulho) será a responsável pela morte da prima de Orlando (Diogo Almeida)

Publicado em 08/06/2023

Em cenas que estão previstas para irem ao ar na próxima semana em Amor Perfeito, Gilda (Mariana Ximenes) cairá para trás ao descobrir através de Lucília (Kênia Bárbara) que Orlando (Diogo Almeida) é herdeiro de Virgílio (Christovam Neto), ex-sócio e desafeto de Leonel (Paulo Gorgulho).

“Gilda manipula Lucília para que ela revele a Marê o que Orlando nunca conseguiu contar: ele é filho de Virgílio, ex-sócio e desafeto de Leonel, que deu um golpe nele, em conluio com Anselmo, para retirá-lo da sociedade. Como recompensa, Leonel fez de Anselmo acionista do grupo. (Cândida, a esposa de Anselmo, nunca soube desse golpe, muito menos da participação do marido.) E Orlando teria se aproximado de Marê, ainda em São Paulo, apenas para vingar a memória e limpar a honra do pai”, descreve Duca Rachid em seu texto.

Morte inesperada 

Após constatar que Lucília é apaixonada por Orlando, Gilda matará a aliada. “Vitoriosa e disposta a atrair Orlando, Gilda mata Lucília e tira Gaspar de uma vez da sua vida, o seu desejo é adotar Marcelino e com isso conseguir casar com Orlando e ter a família que seria da Marê”, conclui a dramaturga em seu roteiro.

Gilda (Mariana Ximenes), Lucília (Kênia Bárbara) e Orlando (Diogo Almeida) em Amor Perfeito
Gilda (Mariana Ximenes), Lucília (Kênia Bárbara) e Orlando (Diogo Almeida) em Amor Perfeito

Amor Perfeito é criada e escrita por Duca Rachid e Júlio Fischer com direção artística de André Câmara. A obra é escrita com Elísio Lopes Jr, com a colaboração de Dora Castellar, Duba Elia e Mariani Ferreira. A direção é de Alexandre Macedo, Lúcio Tavares, Joana Antonaccio e Larissa Fernandes. A produção é de Isabel Ribeiro e a direção de gênero de José Luiz Villamarim.