Zero ou Dez | Tatá Werneck, É de Casa e Melhor Para Você

Publicado há 4 anos
Por Philippe Azevedo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A partir deste domingo (30) estarei novamente escrevendo para a coluna Zero ou Dez, trazendo os destaques da programação da televisão brasileira ou situações que foram exibidas na telinha.

TATÁ WERNECK – LADY NIGHT

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Não é de hoje que Tatá Werneck se evidencia pelo seu bom talento. Com o novo programa, Lady Night, no canal pago Multishow, mais uma vez a humorista se mostra uma artista que nasceu para a comédia. Ela, ainda, conseguiu fazer um talk-show com um tom menos político – como vemos no The Noite, com Danillo Gentili, e Programa do Porchat ­– e mais gostoso (e engraçado!) de assistir. É uma pena que a Globo não aproveitou para lançar o formato no sinal aberto! A nota é dez!

É DE CASA

O É de Casa deu certo! Embora receba algumas críticas na internet, o programa comandado por Zeca Camargo, Patrícia Poeta, Cissa Guimarães e André Marques finalmente acertou o tom. A Globo conseguiu acertar as pautas do programa com merchandising – ou seja, estão faturando alto. Ainda acho a Patrícia pouco forçada enquanto Cissa e André esbanjam naturalidade. Já o Zeca… é melhor ficar na subjetividade. A nota é dez!

MELHOR PARA VOCÊ

A versão piorada do Hoje em Dia da Rede TV!, Melhor Para Você, é definitivamente ruim. Esses dias eles estavam fazendo suspense sobre qual cantora famosa tinha feito compras no camelô. Acho que eles desconhecem que existe internet. Infelizmente, Celso Zucatelli, Edu Guedes e Mariana Leão estão sendo mal aproveitados. A nota é zero!

ATAQUES À IMPRENSA

Fico impressionado com os ataques que a imprensa sofre durante as manifestações – geralmente nas organizadas por movimentos sociais. É muito ingênuo achar que os veículos de comunicações sejam isentos de interesses ou crenças ideológicas. Definitivamente não são!  E, por isso, nenhuma informação que chegar à nós, seja qual ela for, será imparcial. Porém, faz parte da democracia que a imprensa trabalhe sem qualquer repressão ou impedimento. Aliás, os profissionais não são, necessariamente, responsáveis pelas posições dos respectivos veículos. A nota é zero!

Bom, até o próximo domingo!


Sou Philippe Azevedo, redator e crítico de TV. Estarei semanalmente trazendo opiniões sobre programas e famosos. Você é livre para não concordar. Portanto, aproveite o espaço abaixo e dê sua opinião! Para enviar sugestões e perguntas: contato.phazevedo@gmail.com.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio