Segundo Sol: Laureta diz para Severo que engravidou após ser abusada por ele na infância: “Queria que eu abortasse”

Laureta (Adriana Esteves) e Severo (Odilon Wagner) de Segundo Sol
Publicidade

Nos próximos capítulos de Segundo Sol, após assassinar Du Love (Ciro Sales), Laureta (Adriana Esteves) se tornará foragida da polícia e decidirá pedir ajuda para Severo (Odilon Wagner), que dirá que deveria entregá-la para as autoridades.

Leia: Segundo Sol: Valentim resgata Karola do bordel de Laureta

“Não vai me entregar, não. Você sabe muito bem a dívida que tem comigo, e não é nada pequena. Abusava de mim quando eu era uma menina. Seu nojento. Eu nem sabia o que tava acontecendo. Galdino (Narcival Rubens) me aliciou e você foi meu primeiro cliente”, relembrará a megera.

Continua depois da publicidade

Saiba mais: Segundo Sol: Valentim muda de ideia em relação a Luzia: “Você é massa”

“Fui eu que te protegi, te dei de presente a casa dos seus sonhos, te fiz uma mulher importante na Bahia, com poder, com dinheiro. Você foi muito bem recompensada por tudo nesses anos todos, não venha se fazer de vítima pra cima de mim”, rebaterá o pilantra.

“O que você me deu não era nada comparado ao que tinha. E ainda virou as costas pro que tivemos de mais importante: a nossa filha. Que você renegou, queria que eu abortasse, você nunca quis que ela existisse”, acusará a víbora.

O corrupto apontará que a cafetina também não quis a herdeira. “Na primeira chance largou a criança num orfanato. Nesse ponto estamos quites”, opinará o pai de Edgar (Caco Ciocler) e Roberval (Fabrício Boliveira).

“Não se fie tanto nisso, Severo. Agora que não tenho mais nada a perder, pode me dar na telha de colocar a bastardinha na sua vida, já pensou? Tudo o que você não quer é essa filha renegada no seio de sua família. Mais uma destrambelhada naquele inferno que é a sua casa”, ironizará Laureta, indo embora depois.

Publicidade
© 2021 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade