Orgulho e Paixão: Uirapuru pede permissão para namorar Mariana

Bruno Gissoni
Publicidade

Uirapuru (Bruno Gissoni) decidiu oficializar seu namoro com Mariana (Chandelly Braz), em Orgulho e Paixão, da Globo. O rapaz vai até a casa da família da moça pedir autorização para Felisberto (Tato Gabus Mendes) e Ofélia (Vera Holtz) para ter um relacionamento com a filha deles. A atitude deixará Lídia (Bruna Griphão) bastante incomodada.

“Estamos esperando as suas desculpas, rapaz”, dirá Felisberto. “Eu fui tocado pela graciosidade de duas das suas filhas, senhor Benedito. Não que isso tire minha culpa nessa história. Mas é a razão dessa confusão toda. A verdade é que fiz rapidamente uma amizade muito forte com Lídia…”, afirmará Uirapuru.

Veja também: Manifestante invade link do SBT e chama Silvio Santos de golpista

Continua depois da publicidade

“Amizade?!”, exclamará Lídia. “E isso pode ter confundido um pouco a jovem cabecinha linda dela e lhe dado expectativas sobre meus sentimentos… expectativas equivocadas”, continuará explicando. “Equivocadas?!”, indagará Lídia. “Deixa o homem terminar, minha jujuba”, pedirá Ofélia.

“E por mais afeto e carinho que tenha por Lídia querida… Meu coração, de fato, bate por Mariana!”, declarará. O fato deixará Lídia boquiaberta e Mariana vai dar um sorriso. Uirapuru continuará dizendo: “A alma dela é diferente, é algo que… que não consigo explicar. E gostaria de pedi-la em namoro, minha Mariana em fogo, chama flamejante do Vale do Café…! Se o senhor se apiedar com minha ousadia e concordar”.

“Eu…”, tentará dizer Felisberto. Ofélia tomará a frente e dirá: “Concordamos!”. “Mamazita!”, afirmará Lídia indignada. “Com fogo ou sem fogo! Ainda que não consiga entender, por que fogueira maior que Lídia não há! Mas se o senhor prefere essa paixão louca por aventuras que Mariana tem, fico feliz. Depois arranjamos um mais rico pra você, Lidiazinha. Quem sabe o Coronel Brandão, agora que Mariana o dispensou?”, argumentará Ofélia.

“Mamãe, não somos mercadorias que podem ser trocadas quando os clientes não ficam satisfeitos”, avisará Cecília. “Ara, a vida é um troca-troca, minha filha. Fique feliz que está noiva e já fisgou o seu”.

“Pois será que agora eu posso falar? Lídia, eu não vou seguir com isso se você não quiser. Mesmo ele gostando de mim e mesmo eu gostando dele”, dirá Mariana. “Ela quer, não quer, Lidiazinha?!”, incentivará Ofélia. “Fique à vontade. Eu vim ao mundo para ser adorada. Se Uirapuru não me quer, também não quero. Pode levar”, dirá Lídia emburrada.

“Então vamos todos almoçar na casa de chá. Comemoraremos o noivado de Cecília e também o namoro de Mariana!”, determinará a matriarca. “Eu não sou idiota, rapaz. Vou lhe dar o benefício da dúvida por causa da felicidade da minha filha. Mas estou de olho em você”, afirma Felisberto, de canto, a Uirapuru.

Publicidade
© 2021 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade