Deus Salve o Rei: Cássio se revolta e será preso por recusar ordem de Rodolfo

Publicidade

Nos próximos capítulos de Deus Salve o Rei, Rodolfo (Johnny Massaro) presenciará uma conversa entre Catarina (Bruna Marquezine) e Virgílio (Ricardo Pereira), a rainha pede que o rapaz confirme que Afonso (Romulo Estrela) tem tramado contra o rei durante as reuniões na taverna e ele se revoltará contra o irmão.

Uma nova reunião do conselho acontece com Cássio (Caio Blat), Amália (Marina Ruy Barbosa), Martinho (Giulio Lopes), Matilda (Cristiana Pompeo), Olegário (Claudio Garcia), Virgílio, Afonso e outros, na taverna. “Primeiro, vamos listar as reivindicações de cada um de vocês. Devemos nos concentrar, por enquanto, naquilo que for mais urgente.”, inicia Afonso. Amália começa a falar e logo é interrompida com a chegada de Romero (Marcelo Airoldi), de forma ostensiva com alguns guardas. “Romero?! O que você veio fazer aqui?”, pergunta Cássio.

Veja também: Saulo volta a enxergar e deixa Selena surpresa

Continua depois da publicidade

“A partir deste momento… qualquer tipo de reunião desta natureza está proibida em todo o reino. E a pena por desobediência… é a prisão.”, afirma Romero. Todos ficam chocados com a informação. “Deve estar havendo algum mal entendido, Romero. Meu irmão sabe das nossas reuniões, já falei com ele a respeito disso.”, Afonso tenta argumentar. Romero lamenta e diz que recebeu ordens diretas do rei.

Veja também: Rodolfo irá com Catarina até a casa de Afonso e Amália para negociar o fim da greve

“A taverna é minha, entra aqui quem eu quero, e fala o que quiser!”, afirma Matilda. Romero pede que todos saiam a vão para suas casas. Cássio rebate a ordem do comandante e diz que todos devem ficar. “Você está incitando a desobediência!”, diz Romero. Amália e Afonso trocam olhares apreensivos e o clima entre Romero e Cássio vai esquentando. “Diga ao rei que se ele quiser evitar que eu abra a minha boca e fale como um homem livre, ele vai ter que me prender.”, diz Cássio em tom ameaçador. Afonso pede que todos se acalmem, mas não adianta.

Veja também: Cássio afirma que Afonso deve reinar no lugar do irmão

Cássio dá um leve empurrão em Romero enquanto fala. Um guarda segura Cássio pelo braço, que reage furioso e pede que o rapaz tire as mãos dele. “Espere, o que você pensa que vai fazer?”, pergunta Afonso ao guarda, intervindo. Outro guarda também contém Cássio. “Sinto muito, mas vou ter de detê-lo.”, diz Romero.

Publicidade
© 2021 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade