Dira Paes defende personagem em Verão 90: “Duro ser mãe de filhos que não se entendem”

Publicidade

Verão 90 mal estreou, mas alguns nomes já despontam entre os grande destaques do elenco do novo folhetim global das 19h. Um deles é o de Dira Paes, que já começou afiadíssima na pele da batalhadora cozinheira Janaína.

A personagem é mãe tanto do mocinho, João (Rafael Vitti), como do vilão da história, Jerônimo (Jesuíta Barbosa), e sofre por não conseguir harmonizar a relação entre os dois filhos. Mãe também na vida real – dos pequenos Inácio, 10 anos, e Martim, de 3 -, Dira não nega que se identifica com o universo de Jana. Mas somente até a página dois.

Leia mais: Verão 90: Por causa de Herculano, Janaína fica desempregada: “Nunca mais aparece na minha frente”

“O que eu posso emprestar para a Janaína é a mãe que sou, porque eu tenho dois filhos também e não quero que briguem iguais aos meus na novela. Fico sempre fazendo uma projeção de como deve ser duro ser mãe de filhos que não se entendem”, revelou a estrela de 49 anos.

Cegueira de mãe

Na visão da intérprete, o maior desafio de Janaína é abrir os olhos para a falta de caráter do caçula, Jerônimo. Este, aliás, apronta todas na trama das sete. Nos próximos capítulos de Verão 90, o rapaz vai roubar a chefe da própria mãe, Celestine (Bel Kutner), a fim de fugir para o Rio de Janeiro e dar um golpe na poderosa família Ferreira Lima.

Jana irá atrás do filho pródigo. Mas será rejeitada por ele, que tem vergonha de sua origem humilde. “O embate da Janaína é reconhecer que Jerônimo tem um desvio de personalidade tão diferente dela e não ser capaz de conseguir entrar nele. É uma novela com muita emoção, encontros e desencontros dessa mãe com o filho”, resume Dira.

Ainda assim, segundo a atriz, em algum momento Jana terá de abrir os olhos sobre a verdadeira índole do filjo. A partir daí, uma virada vai acontecer. “Jana terá uma terceira fase na novela, que ela tem uma mudança de olhar o filho, e vê que ela realmente é capaz de fazer coisas indizíveis. Cai uma verdade sobre ela e acontece um novo momento.”

Publicidade

Após 34 anos, Sem Censura tem produção interrompida na TV Brasil

Publicidade

O programa Sem Censura deixará de ser produzido pela TV Brasil. Trata-se de uma das atrações mais longevas da história da TV brasileira. A decisão foi anunciada na tarde desta quarta (30) pela estatal, por meio de comunicado emitido por sua assessoria de imprensa. A atração, vale lembrar, está no ar desde julho de 1985 – ou seja, há quase 34 anos.

O motivo da interrupção, aliás, seria a transferência de 150 funcionários da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), responsável pelos programas da emissora pública, para o Ministério da Economia. A própria Vera Barroso, apresentadora do Sem Censura, inclusive faz parte dessa lista. Com isso, tornou-se inviável continuar produzindo a atração, ainda mais ao vivo.

Leia mais: Josélia Aguiar conversa sobre Jorge Amado no programa Sem Censura da TV Brasil

Oficialmente, a TV Brasil alega que “o programa ao vivo foi interrompido na atual temporada, devendo ser reavaliado para a próxima grade junto com a nova programação”. A partir de hoje, irão ao ar reprises de edições antigas do Sem Censura. Ainda não existem informações concretas sobre uma possível volta da atração, com episódios inéditos. Ela pode acontecer, porém, junto com a estreia da nova grade da estatal, em 11 de março.

Sem Censura começou apresentado por Tetê Muniz. A ideia era criar um formato que refletisse a sensação de alívio com o fim da Ditadura Militar, recente à época de seu lançamento. Passaram também pela bancada da atração âncoras como Márcia Peltier, Lúcia Leme, Gilsse Campos, Elizabeth Camarão, Liliana Rodrigues e Leda Nagle.

Publicidade

Carmo Dalla Vecchia comenta experiências com “Solanges” da vida real: “Dizia que eu era pai do filho dela”

Publicidade

Desde que Solange (Fernanda Paes Leme) resolveu dar as caras em Malhação: Vidas Brasileiras, a rotina do Colégio Sapiência nunca mais foi a mesma. A nova diretora da escola vem apavorando não só os alunos da escola, mas também o professor Rafael (Carmo Dalla Vecchia), por quem sente uma paixão doentia e a quem vive assediando.

E engana-se quem pensa que esse tipo de coisa só acontece na ficção. O próprio intérprete do dono da ONG Percurso, Carmo Dalla Vecchia, admitiu em entrevista a André Romano, do Observatório da Televisão, que já cortou alguns dobrados na hora de encarar as “Solanges” da vida real.

Leia mais: Em Malhação, personagem de Carmo Dalla Vecchia viverá inferno astral

“Já tive experiências [desse tipo] com alguns fãs, que me trouxeram sérios problemas. Lembro de uma fã que se hospedou no mesmo hotel em que eu estava em Nova Jerusalém e disse ‘tenho um presente pra te dar, mas está no meu quarto’. Fiquei meio sem graça, mas fui com ela até a porta do quarto dela. Quando ela abriu a porta, eu me sentei do lado de fora e fiquei esperando o presente. Ela me deu, fui embora. No outro dia, na mesa do café da manhã, ela estava chorando, achando que eu a tinha tratado mal, pelo fato, talvez, de eu não ter realizado as expectativas que eram dela”, relatou o galã global.

Meu nome (não) é Rian

“Teve um outro caso ‘sensacional’. De uma mulher que dizia que meu nome não era Carmo, era Rian, e que eu era pai do filho dela. Essa foi a mais louca de todas, porque a mulher inventou uma história imensa. Disse que havia me conhecido em Pelotas [RS], em uma festa de Carnaval, ela vestida de Lobo Mau, eu de Chapeuzinho Vermelho… [A mulher dizia que] tive um caso tórrido de amor com ela, mas ela não quis mais se relacionar comigo porque ‘descobriu’ que eu era envolvido com drogas. ‘Tomava’ chá de trombeta!”, contou Carmo, aos risos, acrescentando que Rian, por sinal, era o nome de seu personagem na primeira versão de Chiquititas, em 2000.

O ator de 48 citou ainda um terceiro caso de ‘fã alucinada’, no qual até mesmo seus colegas de trabalho acabaram afetados. “Houve uma outra mulher que me perseguiu no teatro, me levou presentes. [Depois] me perseguia direto pelo Instagram. Se eu postasse foto com alguma mulher no Instagram, ela publicava ofensas contra a pessoa. Era horrível. Ela chegou a perseguir até a Amora Mautner [diretora da Globo] no Instagram, ofendendo-a, só porque eu havia tirado uma foto abraçado a ela!”

Ficção x realidade

Com a experiência de quem topou com tantas pessoas parecidas à antagonista de seu personagem, Dalla Vecchia faz questão de elogiar a forma como a autora, Patrícia Moretzsohn, vem desenvolvendo o perfil de Solange.

“Essas histórias que contei soam até meio surreais. A Solange, em compensação, é uma personagem muito mais crível. Ela até se equivoca no início, mas, quando o Rafael tem uma crise com a Gabriela [Camila Morgado] na história, Solange se aproxima e revela um outro lado que ninguém esperava. Pessoas normais são assim. Acho que esse é o grande mérito da nossa autora: contar essa história de forma crível”, adiantou ele, apontando para uma possível redenção da diretora maligna na reta final de Vidas Brasileiras.

Publicidade

Verão 90: João acaba com golpe de Jerônimo e o desmascara para Quinzinho

Publicidade

Nos próximos capítulos de Verão 90, João (Rafael Vitti) irá desmascarar o seu irmão, Jerônimo (Jesuíta Barbosa), diante de Quinzinho (Caio Paduan), já que o malandro diz para o caçula da família Ferreira Lima que é filho de um comendador cheio de grana. O ex-Patotinha Mágica fará questão de colocar um ponto final na farsa do golpista.

“João?!!!”, exclamará Jerônimo, ao dar de cara com seu irmão caçula no Rio de Janeiro. Quinzinho ficará apreensivo com a coincidência entre eles. “Ué? Vocês se conhecem?”, indagará o filho de Quinzão (Alexandre Borges). Nesse momento, João não pensará duas vezes e irá humilhar o irmão mentiroso para o dono da Pop TV.

Leia mais: Verão 90: Por causa de Herculano, Janaína fica desempregada: “Nunca mais aparece na minha frente”

“Conta pra ele, Jerônimo. Conta quem eu sou. E aproveita pra contar quem você é na verdade”, pedirá o namorado de Manuzita (Isabelle Drummond), friamente. Quinzinho ficará curioso em relação à revelação de João. “Que papo é esse de quem você é na verdade? Do que que ele tá falando, Rogê? De onde vocês se conhecem?”, insiste o milionário.

Jerônimo, é claro, pedirá o irmão para ir embora. Mas ele falará toda a verdade para Quinzinho. “A gente é irmão, Quinzinho. Louco aqui só tem um! Louco, idiota… Um imbecil que não dá valor ao que tem, que vive inventando que é outra pessoa! Mente, rouba, engana… Você não vale nada, Jerônimo! Como você teve coragem de falar daquele jeito com a nossa mãe?”, esbraveja o genro (nada amado) de Lidiane (Cláudia Raia).

Fim da mentira

“Cara, então aquele papo de filho de diplomata…”, balbucia Quinzinho, mais perdido que cego em tiroteio. “Diplomata?! Nosso pai não parava em emprego nenhum! Se não fosse a mamãe – aquela que você botou pra correr hoje, Jerônimo – a gente tava ferrado! Nossa mãe deu duro pra nos sustentar, vendeu sanduíche na praia, trabalhou em pousada, cozinhou pra fora”, dirá o radialista, cheio de orgulho de Janaína (Dira Paes).

Quinzinho pedirá para Jerônimo sumir de sua frente. “Não me chama de irmão e some da minha casa! Eu já perdi tempo demais com você. Sai fora!”, relatará o empresário, já de saída. Jerônimo ficará desesperado com todo o incidente. “Eu vou acabar com você!”, promete Jerônimo ao irmão caçula, cheio de ódio em sua voz.

João, no entanto, deixa claro que não se arrepende do que fez. “Pra você aprender a nunca mais humilhar a minha mãe! Se não fosse ela te protegendo, Jerônimo, você já tava preso, ou até morto, sei lá… Eu espero que dessa vez ela tenha entendido quem você é de verdade”, finalizará o jovem, já de saída.

Verão 90 tem colaboração de Daisy Chaves, Isabel Muniz, João Brandão e Luciane Reis, direção artística de Jorge Fernando, direção geral de Jorge Fernando e Marcelo Zambelli e direção de Ana Paula Guimarães e Diego Morais.

Publicidade

Nova temporada de Malhação lançará novos talentos

Publicidade

Já é de praxe em Malhação o lançamento de novos atores a cada nova temporada. E, na história que vem por aí a partir de abril, substituindo a atual Vidas Brasileiras, não será diferente. A subintitulada Toda Forma de Amar contará com um total de 19 estreantes somente em seu elenco fixo. A informação é da jornalista Patrícia Kogut.

Eles foram selecionados a partir de um projeto da direção. Projeto este que reuniu cerca de 500 jovens sem experiência prévia como atores de TV. E, depois, os submeteu a um processo de preparação artística, um mês depois antes dos testes oficiais. Os que se saíram melhor nessas provas foram escalados para papéis permanentes.

Leia mais: Giulia Bertolli, filha de Lilia Cabral, estará em Malhação: Toda Forma de Amar

Os demais, porém, não ficarão a ver navios. Boa parte deles será reaproveitado em participações especiais na própria Malhação. Alguns, inclusive, poderão até realizar testes de elenco para outras produções da “vênus platinada”. Embora não tenha participado desse processo, Giulia Bertolli, filha da atriz Lília Cabral, também foi convidada para debutar na saga vindoura.

Malhação: Toda Forma de Amar é escrita por Emanuel Jacobina, autor das prévias Seu Lugar no MundoPro Dia Nascer Feliz. Integram o elenco nomes como Paloma Duarte, Rosanne Mulholland, Henri Castelli, Roberto Bomtempo, Mariana Santos, Joaquim Lopes, Gabriela Mustafá e Giovanna Ríspoli. A direção artística será de Adriano Melo.

Publicidade

Verão 90: Madá prevê a morte de Nicole

Publicidade

Nos próximos capítulos de Verão 90, Madá (Fabiana Karla) irá prever a morte trágica de Nicole (Bárbara França), apresentadora da Pop TV. A VJ periguete será empurrada acidentalmente por Quinzinho (Caio Paduan) e cairá de um precipício. Para piorar, Jerônimo (Jesuíta Barbosa) testemunhará o acidente e passará a chantagear o herdeiro dos Ferreira Lima.

No sonho da sensitiva, ela verá somente Nicole, morta, estendida sobre uma pedra. Madá conseguirá ler a página do jornal que retratará o incidente como o ‘crime da Joatinga’ e a data da tragédia: segunda-feira, 16 de abril de 1990. Ao acordar, ela perguntará ao marido, Álamo (Marcos Veras), em que dia estão e a resposta a deixará aterrada.

Leia mais: Verão 90: Por causa de Herculano, Janaína fica desempregada: “Nunca mais aparece na minha frente”

“Meu amor! Você teve um pesadelo?”, indagará o empresário. Madá dirá que sim. “Álamo, que dia é hoje?”, questionará a sensitiva, friamente. Sem pestanejar, o dono da confecção, dirá a esposa que eles estão no domingo, dia 15 de abril – ou seja, cerca de 24 horas antes da data da morte de Nicole, segundo a previsão recém-feita por Madá.

Reserva em vista

João (Rafael Vitti), que é o novo VJ da Pop TV, será assediado por Nicole, que não quer mais saber de Quinzinho. Mas o filho de Jana (Dira Paes) não cederá. “Oi, gato! Que bom que você veio!”, dirá a VJ, que tentará beijar o rapaz, mas ele se esquivará dela. “Tá louca, garota?”, afasta-se João.

“Relaxa, aquela chatinha não vai saber de nada!”, insiste a loira, referindo-se a Manu (Isabelle Drummond). “Sai fora, Nicole! Pirou?!”, acrescentará João, já de saída, deixando Nicole a ver navios.

Verão 90 tem colaboração de Daisy Chaves, Isabel Muniz, João Brandão e Luciane Reis, direção artística de Jorge Fernando, direção geral de Jorge Fernando e Marcelo Zambelli e direção de Ana Paula Guimarães e Diego Morais.

Publicidade

Malhação: Alunos do Sapiência se unem para salvar ONG de Rafael

Publicidade

Os ímpetos de bondade de Rafael (Carmo Dalla Vecchia) vão colocá-lo em sérios apuros nos próximos capítulos de Malhação: Vidas Brasileiras. O namorado de Gabriela (Camila Morgado) decide vender a sede da própria ONG para custear os estudos dos alunos do Colégio Sapiência que tiveram suas bolsas canceladas por Solange (Fernanda Paes Leme).

Para piorar, quem resolve se aproveitar da situação é Tarcísio (Angelo Paes Leme). Trata-se de um primo e antigo desafeto de Rafael que resolve comprar a ONG. Rafael, por sua vez, vai ficando cada mais nervoso. A situação, porém, desperta a preocupação dos estudantes, que pensam numa forma de ajudá-lo.

Leia mais: Malhação: Tarcísio faz proposta pelo terreno da ONG de Rafael

“O Rafael sempre ajudou… Plantou tanta coisa boa… E agora dá a maior tristeza ele ter que passar por tudo isso”, comenta Amanda (Pally Siqueira) com os colegas.

As palavras da garota, porém, acabam de servindo de insight para Leandro (Dhonata Augusto) ter uma grande ideia. “Peraí… É isso! Quem vai ajudar o Rafael é alguém que ele já ajudou. Vamos procurar as pessoas que passaram pela ONG”, sugere o garoto.

Todos gostam do plano e Talíssia (Luellem de Castro) fica de conseguir com seu namorado, Vinícius (André Luiz Miranda), informações sobre algumas das pessoas que passaram pelos projetos sociais da Percurso.

“Ele fez tanta coisa por tanta gente. Não é possível. Lógico que vai ter quem queira dar um apoio”, acredita Amanda. “E tem que ser rápido, porque, pelo o que eu entendi, o tal do primo do Rafael, o Tarcísio, tá pressionando legal”, alerta Leandro.

Publicidade

Verão 90: Vanessa e Jerônimo se unem para destruir os Ferreira Lima

Publicidade

Nos próximos capítulos de Verão 90, Vanessa (Camila Queiroz) irá se envolver com Jerônimo/Rogê (Jesuíta Barbosa). Ela pensará que se trata de um herdeiro milionário, filho de um comendador riquíssimo. Mais tarde, porém, a jovem cairá do cavalo ao descobrir que o vilão é na verdade filho de Janaína (Dira Paes), que vende quentinhas em uma galeria em Copacabana.

Jerônimo, aliás, também se encantará por Vanessa, sem sequer passar por sua cabeça que ela não tem nem onde cair morta. Resumindo, um nasceu para o outro. “Tobé (Bernardo Marinho), quem é aquele cara ali com o Quinzão (Alexandre Borges)?”, indagará Vanessa ao amigo de Quinzinho (Caio Paduan), ao avistar Jerônimo/Rogê pela primeira vez.

Leia mais: Verão 90: Por causa de Herculano, Janaína fica desempregada: “Nunca mais aparece na minha frente”

“Rogê Guerreiro. Amigo de todo mundo, tá em todas. Veio representando um bambambã da Pop TV americana. Não é pro teu bico, Vanessinha”, dirá Tobé, ‘alimentando’ a malícia da mau caráter. Vanessa, é claro, imediatamente vai querer se aproximar de Jerônimo para tentar tirar proveito de sua vida glamourosa (que na verdade não existe).

Feitos um para o outro

“Sei como é… Sendo assim, melhor me apresentar logo: Rogê Guerreiro”, apresenta-se o vilão, já encantado pela moça. “Vanessa Dias. Acho que a gente já se viu por aí. Você não estava no réveillon em Búzios, na festa do Rafael Cuia?”, questionará a pilantra. Mas ele a cortará.

“Não, passei esse réveillon em Nova Iorque. Muita neve!”, acrescentará Jerônimo, mestre na arte de mentir. Eles sairão juntinhos da festa da Pop TV, dando início a partir daí a uma união de muitas tramoias e mentiras.

Verão 90 tem colaboração de Daisy Chaves, Isabel Muniz, João Brandão e Luciane Reis, direção artística de Jorge Fernando, direção geral de Jorge Fernando e Marcelo Zambelli e direção de Ana Paula Guimarães e Diego Morais.

Publicidade

Morre ator de Pega Pega no Rio de Janeiro

Publicidade

Faleceu nesta terça-feira (29), aos 74 anos de idade, o ator e humorista Gilberto Marmorosch. Ele, que comemoraria seu 75º aniversário no próximo dia 4 de fevereiro, vinha lutando desde o ano passado contra um câncer. Além disso, estava internado desde dezembro tratando de complicações em seu quadro clínico.

A morte do artista foi confirmada há algumas horas por seu filho, Cláudio Marmorosch. Ele o fez por meio de uma mensagem no Facebook. “Aos amigos e amigas comunico que meu pai, lamentavelmente, faleceu hoje. O sepultamento ocorrerá amanhã [quarta-feira, 30], no cemitério israelita do Caju, às 13h”, informou o herdeiro do comediante.

Leia mais: Autora de Pega Pega já escreve nova novela para a Rede Globo: “Novos personagens começam a se expressar”

Carioca da gema, Gilberto Marmorosch começou sua carreira artística em 1971, e desde então não parou mais. Chegou a fazer parte ainda da era do rádio, apresentando programas em estações como Rádio Bandeirantes, Rádio Relógio e Rádio Imprensa. Sua estreia na TV, porém, se daria apenas em 1996, na extinta série infantil Caça Talentos.

De lá para cá, o intérprete colecionou diversos trabalhos na telinha, teatro e cinema. Na Globo, fez as minisséries JK (2006) e Aquarela do Brasil (2000), além de novelas como Cama de Gato (2010), Insensato Coração (2011) e Eta Mundo Bom (2016). O porteiro Gilmar, da recente Pega Pega (2018), foi seu último papel na televisão.

Publicidade

Verão 90 faz referência a game show de Silvio Santos em plena abertura

Publicidade

Quem te viu, quem te vê, hein, dona Globo? Até não muitos anos atrás, a “vênus platinada” era conhecida por evitar ao máximo citações a programas e artistas da concorrência. Porém, hoje em dia, esse tabu não existe mais. Prova disso foi a referência a uma atração do SBT que a emissora carioca fez questão de incluir em plena abertura de seu mais novo folhetim das 19h, Verão 90!

Quem assistiu à estreia da saga da Patotinha Mágica na noite desta terça-feira (29) provavelmente se surpreendeu. Tudo porque, na cortina musical de entrada, havia uma clara referência ao Pião da Casa Própria. O clássico quadro de Silvio Santos passou por vários programas da rival da Anhanguera. Aliás, subsiste até hoje em sua programação.

Leia mais: Verão 90: Nicole pressiona Quinzinho: “Nunca mais vai ver a cor da minha calcinha!”

Pião da Casa Própria foi uma verdadeira febre na década de 1990. Essa, como sabemos, é a época em que a trama de Verão 90 se desenvolve. Trata-se de uma competição entre três convidados anônimos. Eles são geralmente sorteados através do Baú da Felicidade. Aquele dentre o trio que conseguir tirar o maior número dentro do pião ganha uma casa como prêmio.

As referências à cultura noventista, aliás, foram a sensação deste primeiro capítulo do novo folhetim global. Também foram muito comentadas na internet as alusões à boy band The New Kids on the Block, de extremo sucesso à época, e os nostálgicos hits que compoem a trilha sonora da história assinada por Izabel de Oliveira e Paula Amaral.

Publicidade

Inédita na TV brasileira, série global Assédio é vendida para o Chile

Publicidade

Parece que não vai ser a Globo a primeira a exibir a série nacional Assédio, de sua própria produção, na televisão aberta. Segundo informações da jornalista Patrícia Kogut, a atração acaba de ser vendida para o canal Mega, do Chile. Inédita na TV, Assédio gira em torno dos crimes de abuso sexual cometidos pelo médico Roger Abdelmassih contra suas pacientes.

O Mega vem fortalecendo nos últimos anos sua parceria com a Globo na exibição de conteúdos do canal brasileiro. Conteúdos que, até pouco tempo atrás, pertenciam por lá ao canal católico TVN. Atualmente, a emissora de Santiago transmite em seu horário nobre a novela A Força do Querer (Querer Sin Límites), além de uma reprise de Avenida Brasil.

Leia mais: Atriz da série Assédio revela crise de pânico ao ler roteiro: “Medo de andar na rua”

Ainda não se sabe quando a trama de Assédio deverá debutar nas telas do Mega. Novidades, porém, devem surgir a qualquer momento. A obra de Maria Camargo retrata a união das ex-pacientes do ginecologista Roger Sadala (Antonio Calloni) – versão ficcional de Abdelmassih – para denunciar os abusos praticados por ele contra dezenas delas.

Assédio foi integralmente disponibilizada na plataforma de streaming GloboPlay no dia 21 de setembro de 2018. Chegou, aliás, a ter seu episódio piloto veiculado na tela da Globo, dentro do espaço de cinema Tela Quente, em 15 de outubro. Foi uma forma de promover sua veiculação on demand. Sua exibição integral na TV aberta deve acontecer em abril, na faixa das 23h.

Publicidade

Verão 90 estreia cheia de referências e internet vai à loucura

Publicidade

A nova novela das 19h da Globo, Verão 90, estreou com o pé direito na noite desta terça-feira (29). O título da história de Izabel de Oliveira e Paula Amaral monopolizou o Twitter no Brasil durante a exibição do primeiro capítulo, não só graças à apresentação de personagens como Manuzita (Isabelle Drummond), João (Rafael Vitti) e Jerônimo (Jesuíta Barbosa), mas principalmente às referências à cultura pop da década de 1990, época em que se passa a história.

Uma das mais comentadas foi a homenagem à banda The New Kids on the Block em um trecho da abertura da atração. Também foi possível ver uma alusão ao Pião da Casa Própria, clássico sorteio de Silvio Santos, entre os frames de arte da entrada, além de uma aparição de um jovialíssimo Fábio Jr. na tela do televisor de um dos personagens. Nada disso, é claro, passou batido aos olhares ávidos dos telespectadores da vida real.

“Baita referência à boyband The New Kids on the Block. Amei”, parabenizou um usuário do Twitter. “Awn, gente! O Fábio Jr. novinho. Cara de Fiuk”, derreteu-se outra. “Mostrou a Madonnaaaaaa”, entusiasmou-se ainda um terceiro. Os maiores elogios, porém, apareceram dirigidos aos nomes do elenco.

Isabelle Drummond dona da p***a toda!”, exclamou certo twitteiro sobre a intérprete de Manuzita. “Isabelle amor de my life”, concordou outro. “Jesuíta Barbosa foi diagnosticado com escoliose por carregar a atuação de uma geração inteira nas costas”, publicou ainda outro perfil do microblog, já cativo do charme do vilão Jerônimo.

Quebrando a internet

Confira outras menções a Verão 90 dentro do Twitter:

Publicidade

Criadora de Chiquititas e Rebelde queixa-se de falta de espaço e detona mídia argentina

Publicidade

No auge de seus 62 anos, Cris Morena não quer saber de aposentadoria. A criadora de êxitos infanto-juvenis internacionais, como ChiquititasRebelde Floribella, vem se dedicando à produção de seu primeiro trabalho internacional – a série canadense Big Top Academy, do canal Discovery Kids – e aguarda ansiosamente pela chance de voltar a trabalhar em seu país natal, a Argentina.

“Tenho [o projeto de] uma novela adolescente lindíssima, com várias histórias de amor muito potentes, muito lindas. Estou trabalhando muito para fora, com muitos desejos de estar aqui [Argentina] também. Mas os canais não tem uma verba destinada economicamente à faixa adequada [para seus trabalhos], que seria a das 6 da tarde ou 7 da noite. Preocupam-se com a grade noturna e nada mais. O resto, que se vire como puder Lamentavelmente não é a televisão que amei, com que me formei e com que trabalhei, mas é o que temos”, desabafou a produtora, em entrevista ao jornal argentino Infobae.

Leia mais: Televisa impediu que atores de Rebelde ficassem com o uniforme da novela como lembrança

Ela também não poupou críticas ao panorama atual da televisão de sua pátria. “Nós éramos os grandes exportadores de formatos, sobretudo formatos para crianças e jovens, que continuam sendo vistos no mundo todo, o tempo todo. Hoje estamos muito abaixo de países como Israel, Espanha, porque se deixou de produzir produtos de real qualidade para exportação. As novas mídias hoje exigem um profissionalismo e uma excelência a cuja altura nós não estamos. Tampouco temos descoberto novos artistas, porque ninguém se aventura a trabalhar com talentos infantis e juvenis”, analisou.

‘Férias’ forçadas

Cris Morena está afastada da TV argentina desde 2014, quando produziu as duas temporadas de Aliados, série semanal de temática espírita, mas também voltada ao público jovem. De lá para cá, ela ofereceu dois projetos ao canal Telefe, seu clássico parceiro: a série adulta Finderland – Tierra de Buscadores e a novela adolescente Otro Mundo. Ambos, porém, acabaram sendo engavetados por questões de orçamento.

Publicidade

Morre Fernando Gaitán, autor de Betty, a Feia e Café com Aroma de Mulher

Publicidade

A televisão latina acaba de perder um seus nomes mais criativos e representativos das últimas décadas. O escritor e roteirista colombiano Fernando Gaitán faleceu na tarde desta terça-feira (29), na cidade de Bogotá. Ele tinha 58 anos e foi vítima de uma parada cardiorrespiratória.

A notícia foi, inclusive, confirmada pela assessoria de imprensa da Clínica del Country. Foi nesse hospital, localizado ao norte da capital colombiana, que Gaitán deu entrada no final da manhã.

“A Clínica del Country lamenta informar que o paciente Fernando Gaitán Salom, roteirista e produtor de televisão, faleceu no dia de hoje à 1h46 da tarde, depois de ingressar ao setor de emergência com parada cardiorrespiratória, e sem responder às tentativas de reanimação instauradas. A Clínica del Country e toda sua equipe médica expressa suas mais sentidas condolências à sua família, amigos e pessoas próximas, assim como a todos os colombianos”, afirma a nota oficial da unidade de saúde.

Leia mais: 20 anos depois, atriz continua interpretando Betty, a Feia

Folhetins icônicos

Gaitán começou a escrever para a TV em 1989. Seu primeiro grande sucesso, aliás, se deu em 1994. Foi neste ano que ele concebeu Café com Aroma de Mulher. A trama, estrelada pela estrela local Margarita Rosa de Francisco e pelo brasileiro Guy Ecker, deu a volta ao mundo e só chegou ao Brasil um pouco tardiamente, em 2001, pelo SBT. O êxito por aqui se repetiu. Por isso, a novela foi retransmitida em outras duas ocasiões (2005 e 2014).

Nada comparado, porém, à mega popularidade que Gaitán conheceria poucos anos depois, em 1999, com a estreia de Betty, a Feia. A história da secretária feiosa (Ana María Orozco) que se apaixona pelo patrão mulherengo e bonitão (Jorge Enrique Abello) foi um fenômeno sem precedentes na TV colombiana. Acabou, aliás, entrando para o Guiness Book como a novela mais adaptada da história – 22 versões ao redor do mundo.

No Brasil, o enredo pôde ser conferido não só em sua roupagem original, exibida em 2002 pela RedeTV!. Mas também nas recriações mexicana (A Feia Mais Bela, 2006), norte-americana (seriado Ugly Betty, 2006-2010) e até brasileira (Bela, a Feia, 2009, atualmente em reprise pela Record).

O último trabalho de Fernando Gaitán na telinha se deu neste ano junto à Telemundo, emissora hispânica dos Estados Unidos. Ele assessorou a produção do canal em mais uma adaptação de Betty, a Feia. Estamos falando de Betty en Nueva York, que estreia em fevereiro na grade da emissora.

Publicidade

Verão 90: Nicole pressiona Quinzinho: “Nunca mais vai ver a cor da minha calcinha!”

Publicidade

Nos próximos capítulos de Verão 90, Nicole (Bárbara França), amante de Quinzinho (Caio Paduan) e VJ da Pop TV, decidirá colocar as suas ‘asinhas’ de fora. A oportunista está disposta a tudo para ser a ‘namorada’ oficial do grande empresário da Cidade Maravilha. Posto que, até segunda ordem, continua sendo de Larissa (Marina Moschen).

“Hmmm… Parece até que adivinhou que eu tô com aquela lingerie que você ama!”, dirá Nicole, sedutora, ao ser surpreendida por Quinzinho no banheiro feminino. O jovem se animará com a ‘notícia’. “A vermelha? Ai, deixa eu ver, gatinha, por favor…”, pedirá o filho de Quinzão (Alexandre Borges), enquanto Nicole, para sua surpresa, resolver fazer jogo duro.

Leia mais: Verão 90: Janaína descobre que Herculano é casado

A apresentadora dirá ao playboy que só se entregará se ele sair da festa da Pop TV ao lado dela, como primeira dama do canal. “Você vai ver, vai pegar, vai… Vai fazer tudo! Hoje depois da festa da Pop TV!”, acrescentará a VJ, quebrando o clima entre eles. “Qual é, Nicole? Tá de brincadeira comigo, né?”, insistirá o mimado. Mas ela não quer nem saber.

“Ou você sai da festa comigo hoje ou nunca mais vai ver a cor da minha calcinha!”, exige a jovem, já de saída, deixando o empresário sozinho no banheiro feminino.

Verão 90 tem colaboração de Daisy Chaves, Isabel Muniz, João Brandão e Luciane Reis, direção artística de Jorge Fernando, direção geral de Jorge Fernando e Marcelo Zambelli e direção de Ana Paula Guimarães e Diego Morais.

Publicidade

Malhação: Solange consegue acabar com bolsas no Colégio Sapiência

Publicidade

Água mole em pedra dura tanto bate até que fura – e Solange (Fernanda Paes Leme) sabe disso muito bem. Nos próximos capítulos de Malhação: Vidas Brasileiras, a diretora malvada do Colégio Sapiência conseguirá acabar com a concessão de bolsas a alunos carentes dentro da escola, apesar de todo o esforço dos professores para que isso não aconteça.

A bem da verdade, Solange nunca escondeu de ninguém a vontade de excluir os estudantes bolsistas. Ela, no entanto, só leva essa meta adiante como uma forma de se vingar de Rafael (Carmo Dalla Vecchia). A vilã insinua ao dono da ONG Percurso que deixaria os bolsistas em paz se ele a levasse para a cama. Mas Rafael, é claro, se nega.

Leia mais: Malhação: Arrependidos, Márcio e Maria Alice resolvem terminar namoro fake

É Marcelo (Bukassa Kabengele) quem se encarrega de dar a má notícia aos colegas educadores. “Pessoal, piores notícias possíveis. Era a Solange. O conselho deu poder de decisão pra ela. Acabou tudo. Não tem mais nenhuma bolsa”, avisa ele a Gabriela (Camila Morgado) e cia. no Le Kebek, após receber uma ligação da diretora do mal.

Porém Rafael, idealista que é, não deixará isso barato. O pai de Márcio (André Luiz Frambach) decidirá bancar do próprio bolso aos mensalidades dos ex-bolsistas para que eles não tenham seus estudos prejudicados. Rumo a esse objetivo, Rafa estará disposto a se desfazer de seu bem mais preciosos: a sede da ONG Percurso.

Publicidade

Verão 90 repete nome de restaurante de novela da Band

Publicidade

As repetições são algo comum no mundo das novelas. Não é difícil você ver um elemento que já foi sucesso em determinado folhetim sendo utilizado, de forma até bem parecida, em outro. Algumas coincidências, porém, realmente chamam a atenção mais do que outras.

É mais ou menos o que acontecerá na nova novela das 19h da Globo, Verão 90, que estreia daqui a pouco em substituição a O Tempo Não Para. Um dos núcleos de maior destaque da história será o restaurante Baião de Dois. Especializado em culinária nordestina, o local pertencente ao empresário Raimundo (Flávio Tolezani). Além disso, também servirá como ganha pão para personagens como o garçom Otoniel (Val Perré) e a cozinheira Jana (Dira Paes).

Leia mais: Verão 90: Janaína descobre que Herculano é casado

Até aí, nada demais. Mas é curioso observar que já existiu um restaurante nordestino também chamado Baião de Dois em outro título de nossa dramaturgia. A saber, a pouco recordada novela Água na Boca, produzida e exibida pela Band em 2008.

Nesta trama criada por Marcos Lazarini – que, por sinal, foi um dos colaboradores da recém-encerrada O Tempo Não Para -, o estabelecimento homônimo ao da trama global era a fonte de sustento da famíla Penaforte. Isto é, do esquentado pai de família Severino (Cláudio Jaborandy), a ‘arretada’, porém maternal Miquelina (Ana Cecília Costa) e seus dois filhos adolescentes, Raí (Renato Góes) e Marinalva (Rayana Carvalho).

Cada ‘baião’ no seu galho

Vale ressaltar, no entanto, que ambas histórias – bem como seus respectivos ‘Baiões’ – ambientam-se em lugares e períodos distintos. Enquanto Água na Boca se passava na Grande São Paulo dos dias atuais, a narrativa de Verão 90 remete ao Rio de Janeiro das décadas de 80 e 90. Será que, numa dessas, a matriz carioca do Baião de Dois fez tanto sucesso que Raimundo acabou criando uma filial em Sampa e, quase 20 anos depois, vendeu-a aos Penaforte da Band? Não custa imaginar…

Publicidade

Verão 90: Raimundo contrata Otoniel para trabalhar no restaurante Baião de Dois

Publicidade

Nos próximos capítulos de Verão 90, Otoniel (Val Perré) presenciará Raimundo (Flávio Tolezani) ser assaltado por um pivete. Ele correrá atrás do bandido e conseguirá recuperar a carteira do empresário, com todo o dinheiro dentro. É a partir daí que Otoniel, o qual minutos antes terá pedido uma vaga de trabalho para o empresário, verá sua sorte mudar.

Na ocasião, Raimundo terá dito que o restaurante estava com o quadro de funcionários fechado. Mas, por sua honestidade, Otoniel ganhará uma vaga de garçom no Baião de Dois. “Homem rapaz! Quer dizer que você pegou o pivete, foi?”, dirá o empresário, impressionando com a honestidade do outro.

Leia mais: Verão 90: Janaína descobre que Herculano é casado

“Foi como eu falei pro senhor. Ele passou a carteira pra outro moleque, eu fui atrás e consegui recuperar. Eu só não devolvi ontem, porque o senhor tava na delegacia… E como a carteira tá cheia de dinheiro, achei melhor entregar na sua mão”, acrescentará o marido de Janice (Claudia Ohana).

“Otoniel, eu nem sei como te agradecer. Se você aceitar um agrado…”, sugere Raimundo, oferecendo-lhe algum dinheiro. Mas Otoniel não aceitará a gratificação. “Imagina! Por favor, guarde o seu dinheiro. Eu vou indo agora, seu Raimundo. Até mais”, dirá o pai de Diego (Sérgio Malheiros), já de saída.

Homem de valor

Raimundo, porém, chamará o novo ‘amigo’ de volta e o convidará para trabalhar com ele em seu restaurante. “Lacerda, vai ver se tem algum uniforme que fique bem no Otoniel”, pede o dono do restaurante a outro empregado. Homem, você não queria trabalhar? Então! Olhe como é que tá isso? Só posso lhe dar o emprego se for pra começar agora! Imediatamente!”, acrescentará Raimundo, deixando Otoniel completamente emocionado. O novo garçom, a partir de então, se tornará braço direito de Raimundo no restaurante Baião de Dois.

Verão 90 tem colaboração de Daisy Chaves, Isabel Muniz, João Brandão e Luciane Reis, direção artística de Jorge Fernando, direção geral de Jorge Fernando e Marcelo Zambelli e direção de Ana Paula Guimarães e Diego Morais

Publicidade

Malhação: Arrependidos, Márcio e Maria Alice resolvem terminar namoro fake

Publicidade

O ‘namoro de mentirinha’ entre Márcio (André Luiz Frambach) e Maria Alice (Alice Milagres) vai durar bem menos do que se esperava em Malhação: Vidas Brasileiras. Nos próximos capítulos do folheteen da Globo, os dois colegas de escola se arrependerão da farsa que criaram. Decidirão, então, ‘terminar’ o relacionamento que jamais começaram.

Alice e Márcio perceberão que o falso romance foi uma má ideia ao perceberem que o plano em nada os ajudou a reaproximá-los de Alex (Daniel Rangel) e de Pérola (Rayssa Bratillieri), respectivamente. “Droga! Deu tudo errado! Agora o Alex e a Pérola tão ainda mais próximos um do outro”, reclama Maria Alice, bastante chateada.

Leia mais: Malhação: Gabriela revela segredo que mudará a vida de seus filhos

“A ideia foi sua”, recorda Márcio. “E eu por acaso disse que a culpa era sua?”, retruca a menina. “A gente criou a farsa, a gente vai até o fim”, pondera o herdeiro de Rafael (Carmo Dalla Vecchia), acrescentando que eles precisam terminar o namoro fake antes que seja tarde demais. Márcio, então, dá a ideia de ambos encenarem um rompimento.

“A gente vai terminar tudo em grande estilo, na frente de todo mundo, pra Pérola ter certeza de que não rola mais nada entre nós”, propõe o rapaz. A filha de Rosália (Guta Stresser), por sua vez, gosta do plano e os dois começam a combinar uma forma de levar a ideia adiante? E agora? Será que eles conseguirão reconquistar seus respectivos pares?

Publicidade

Verão 90: Deu ruim! Janaína termina tudo com Herculano

Publicidade

Nos próximos capítulos de Verão 90, Herculano (Humberto Martins) tentará se aproximar de Janaína (Dira Paes), mas ela pedirá para ele se afastar dela e de sua família. Tudo porque a cozinheira terá acabado de descobrir que o diretor de cinema não só segue casado com Gisela (Débora Nascimento), como tem uma filha com ela, Isadora (Duda Wendling).

Ao ir entregar a camisa-convite do lançamento da Pop TV na casa de Herculano e flagrá-lo junto à esposa e filha, Jana manterá a compostura, mas estará se ‘corroendo’ por dentro. “Espera, Janaína!”, dirá Herculano para a amada, que faz menção de ir embora. Gisela entrará na conversa. “Você conhece essa moça, Herculano?”, indagará a filha mimada de Mercedes (Totia Meireles).

Leia mais: Verão 90: Janaína descobre que Herculano é casado

Mas Herculano tentará sair pela tangente. “A gente se conheceu na Guarda”, mentirá o ex-ator de pornochanchada. Janaína dirá a Gisela que conheceu Herculano no Sul e que cozinhou para a equipe de filmagem dele. “Eu preciso ir mesmo. Licença”, concluirá a mãe de João (Rafa Vitti), já de saída. Gigi, porém, sentirá um clima entre o seu marido e a cozinheira.

“Quem é essa mulher, Herculano?!”, indagará Gisela. “Depois a gente conversa, Gisela!”, acrescentará Herculano, saindo atrás de Janaína, que não dará conversa para ele. “Me esquece, Herculano!”, dirá Janaína ao ver Herculano, entrando em um táxi, rapidamente. O diretor ficará frustrado com a situação, mas nada poderá fazer.

Verão 90 tem colaboração de Daisy Chaves, Isabel Muniz, João Brandão e Luciane Reis, direção artística de Jorge Fernando, direção geral de Jorge Fernando e Marcelo Zambelli e direção de Ana Paula Guimarães e Diego Morais.

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL/BOL
Publicidade