SBT completa 30 meses consecutivos na vice-liderança na Grande São Paulo

Publicado há um ano
Por Muka Oliveira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último mês de setembro, o SBT completou trinta meses seguidos na vice-liderança na audiência das emissoras na Grande São Paulo. Na média das 24 horas, o canal de Silvio Santos atingiu 6,3 pontos. Índice 29% superior ao registrado pela emissora terceira colocada, que no mesmo período e faixa horária marcou 5 pontos de média e segue atrás do SBT desde abril de 2017.

Ainda
considerando a média das 24 horas,
na Grande São Paulo, o SBT se manteve estável em relação ao mês de setembro de 2018, quando
assinalou 6,3 pontos
de média. A emissora terceira colocada, em contrapartida, perdeu 7% em audiência no mesmo
período de comparação – de setembro de 2018 para setembro de 2019, caindo de
5,4 para 5 neste ano.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além
de ocupar a segunda colocação isolada na média das 24 horas, o SBT também
superou a emissora terceira colocada em outras importantes faixas horárias e
garantiu a vice:

Vice-liderança
nas faixas

Na média manhã, das 6h às 12h, o SBT
marcou 5,3 pontos de média contra apenas 3,6 da terceira colocada,
totalizando 47% de vantagem.

No horário nobre, das 18h às 24h,
considerado o mais importante para o mercado publicitário, o SBT encerrou o mês
de setembro com média de 8,6. Uma vantagem de 10% para a terceira colocada, que ficou com 7,8.

Na madrugada, das 24h às 6h, o SBT segue
na vice-liderança com ampla vantagem. Em setembro, cravou 4,4 pontos. A
emissora terceira colocada marcou 1,1 ponto de média.

Programação para toda a família

O Perfil de Audiência do SBT no mês
de setembro, na Grande São Paulo, reflete que a programação da
emissora alcança toda a família brasileira.

Ao
longo do último mês, 12% dos
telespectadores alcançados pela emissora têm idade entre 4 e 11 anos; 9% entre 12 e 17 anos; 9% entre 18 e 24 anos; 15% com idade entre 25 e 34
anos; 22% entre 35 e
49 anos e 34% com 50+.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio