O Sétimo Guardião é a quarta novela menos vista da história do horário nobre da Globo

Publicado há 2 anos
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Concluída na última sexta-feira (17), O Sétimo Guardião saiu de cena garantindo seu espaço entre os maiores fracassos da história da novelas globais às 21h. A trama estrelada por Bruno Gagliasso e Marina Ruy Barbosa obteve, ao longo de seis meses no ar, a irrisória média geral de 28,8 pontos.

Para se ter uma ideia, trata-se do pior desempenho de uma trama do horário nobre desde A Lei do Amor (2016), que saiu do ar com 27,2. Guardião ficou quatro pontos abaixo de sua antecessora direta na faixa, Segundo Sol, a qual anotou média final de 33,4. Na comparação com O Outro Lado do Paraíso (38,2), finalizada praticamente um ano antes, a queda chega a quase dez pontos!

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Esta última obra de Aguinaldo Silva ficou aquém ainda de outros títulos recentes da principal faixa de dramaturgia da Rede Globo. Caso de A Força do Querer (35,7), Império (32,7), Em Família (29,8), Amor à Vida (36), Salve Jorge (34) e Avenida Brasil (39).

Isso faz de O Sétimo Guardião a quarta colocada no ranking das menores audiências dos folhetins das 21h. Além da vice-recordista negativa A Lei do Amor, ela se saiu melhor apenas que a “líder” absoluta Babilônia (25,4) e A Regra do Jogo (28,5), responsável pela terceira posição desta triste relação.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio