Em novo recorde negativo, Topíssima derruba mais de 60% do Ibope de Gênesis

Índices da novela caíram 30% entre um dia e outro

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No ar há pouco mais de uma semana, a reprise de Topíssima vem apresentado resultados bastante oscilantes na audiência da Record TV. Na última quinta-feira (4), logo após bater seu recorde absoluto, a obra de Cristianne Fridman voltou a perder público na Grande São Paulo.

De acordo com dados consolidados do Ibope, a obra protagonizada em 2019 por Felipe Cunha e Camila Rodrigues registrou na ocasião média de 5,6 pontos na capital paulista. A mínima anterior, de 6,6 pontos, havia sido atingida apenas dois dias antes, na terça-feira (2).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os índices obtidos ontem denotam uma queda de 30% em relação à data imediatamente anterior (quarta-feira, 3), quando Topíssima atingiu 8 de média. A baixa performance da trama é ainda mais grave se considerarmos que ela derrubou em 61% os índices herdados da atração antecessora, a novela bíblica Gênesis (14,2).

Tão fracos resultados por pouco não concederam à obra de Fridman o título de novela menos vista do dia na grade da Record TV. Esse título coube, como de costume, a Escrava Mãe (5,4), também em reapresentação pelo canal da Barra Funda.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio