‘Edição especial’ de Império tem pior estreia da história do horário nobre da Globo

Trama de Aguinaldo Silva foi ao ar pela primeira vez em 2014

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quem esperava picos surpreendentes de audiência com a volta de Império ao horário nobre global ficou a ver navios. O folhetim exibido originalmente em 2014 retornou ao ar marcando nada menos que o pior desempenho da história da Globo em uma estreia no horário nobre.

Segundo dados consolidados do Ibope, o primeiro capítulo da saga de José Alfredo (Chay Suede / Alexandre Nero) marcou ontem média de 28,8 pontos na Grande São Paulo – bem menos que o lançamento das edições especiais de Fina Estampa (35,4) e A Força do Querer (31).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Esse recorde negativo histórico pertencia até então a A Lei do Amor, que debutou com 30,6 pontos em outubro de 2016. O segundo – e agora terceiro – lugar desse infeliz ranking pertence à exibição original da própria Império, cujos 32,1 também foram considerados a esse tempo a estreia menos vista da Globo às 21h.

Todos os demais folhetins transmitidos entre as duas entregas da obra de Aguinaldo Silva obtiveram desempenhos melhores na mesma base de comparação. A saber: Amor de Mãe (35,4), A Dona do Pedaço (32,5), O Sétimo Guardião (33,3), Segundo Sol (35,2), O Outro Lado do Paraíso (35,1), A Força do Querer, exibição original (33,1), Velho Chico (35,4), A Regra do Jogo (31,5) e Babilônia (32,8).

Com informações do portal Notícias da TV.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio