Edição especial de Apocalipse termina com mesma média geral de Belaventura

Juliana Knust e Igor Rickli foram os protagonistas

Publicado há 4 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Escalada para cobrir a quarentena de Amor Sem Igual – que, por sinal, voltou ao ar hoje (terça-feira, 22) -, a edição especial de Apocalipse teve uma trajetória inglória pela grade da Record TV. A saga do fim dos tempos conseguiu ter audiência ainda menor nesta reprise.

A primeira exibição da história, entre novembro de 2017 e junho de 2018, havia contabilizado média geral de 8,1 pontos, já sendo considerada um grande fracasso. Já no repeteco recém-concluído, os números acumulados foram de apenas 6 pontos, segundo o portal RD1.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Tão fraco desempenho em sintonia faz de Apocalipse, nesta segunda entrega, a segunda novela menos vista do início de noite da Record – praticamente empatada com a primeira colocada, a mal sucedida trama medieval Belaventura, que amargou apenas 5,8 de média final.

Considerando apenas as novelas de temática bíblica, a reapresentação da saga de Zoe (Juliana Knust) e Benjamin (Igor Rickli) figura como recordista negativa absoluta. Esse posto cabia, até então, à recente reexibição de O Rico e Lázaro, com seus 6,5 pontos de sintonia-média.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio