Desde março, GloboNews vê todos os seus jornais crescerem na audiência

Emissora tem aumento de público após estreia da CNN Brasil

Publicado há um mês
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A GloboNews comemora sua audiência desde 15 de março, data de estreia da CNN Brasil, quando passou a dedicar sua programação para a cobertura da pandemia do novo coronavírus. Considerando os 100 dias desde então, o canal viu seu público aumentar em várias faixas horárias.

O Em Ponto, apresentado temporariamente por Júlia Duailibi, primeiro jornal ao vivo da manhã, cresceu sua audiência em 55%. Já o Edição das 10h, de Aline Midlej e Raquel Novaes, que vem na sequência, viu crescimento de 85%.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mais tarde, o vespertino Estúdio I, de Maria Beltrão, aumentou seu público em 69%. O Edição das 16h, por exemplo, que concorre com o CNN 360°, um dos mais importantes jornais da concorrente, cresceu 117%, com a apresentação de Christiane Pelajo.

Heraldo Pereira chama o telespectador para acompanhar a cobertura sobre a pandemia da Covid-19, na GloboNews (Reprodução)

O jornal que vem na sequência, o Edição das 18h, temporariamente comandado por César Tralli, aumentou em 115% seu público. O Em Pauta, de Marcelo Cosme, que vai ao ar às 20h, teve acréscimo de 42% de público.

Aos domingos, das 18h à meia-noite, o canal apostou na Faixa Especial Coronavírus e viu sua audiência mais que dobrar. O crescimento foi de 153%. O programa é comandado pelos principais âncoras do canal, que se revezam a cada final de semana.

GloboNews (Divulgação)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais