Desde março, GloboNews vê todos os seus jornais crescerem na audiência

Emissora tem aumento de público após estreia da CNN Brasil

Publicado há 4 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A GloboNews comemora sua audiência desde 15 de março, data de estreia da CNN Brasil, quando passou a dedicar sua programação para a cobertura da pandemia do novo coronavírus. Considerando os 100 dias desde então, o canal viu seu público aumentar em várias faixas horárias.

O Em Ponto, apresentado temporariamente por Júlia Duailibi, primeiro jornal ao vivo da manhã, cresceu sua audiência em 55%. Já o Edição das 10h, de Aline Midlej e Raquel Novaes, que vem na sequência, viu crescimento de 85%.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mais tarde, o vespertino Estúdio I, de Maria Beltrão, aumentou seu público em 69%. O Edição das 16h, por exemplo, que concorre com o CNN 360°, um dos mais importantes jornais da concorrente, cresceu 117%, com a apresentação de Christiane Pelajo.

Heraldo Pereira chama o telespectador para acompanhar a cobertura sobre a pandemia da Covid-19, na GloboNews (Reprodução)

O jornal que vem na sequência, o Edição das 18h, temporariamente comandado por César Tralli, aumentou em 115% seu público. O Em Pauta, de Marcelo Cosme, que vai ao ar às 20h, teve acréscimo de 42% de público.

Aos domingos, das 18h à meia-noite, o canal apostou na Faixa Especial Coronavírus e viu sua audiência mais que dobrar. O crescimento foi de 153%. O programa é comandado pelos principais âncoras do canal, que se revezam a cada final de semana.

GloboNews (Divulgação)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais