Conexão Repórter registra o drama das balas perdidas no Rio de Janeiro

Publicado há 2 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No Conexão Repórter da próxima segunda-feira, 17 de setembro, Roberto Cabrini viaja ao Rio de Janeiro para investigar o drama das balas perdidas que deixam um rastro de morte e sofrimento por trás de uma rotina de tiroteios. Em um ambiente de permanente conflito armado, o programa registra uma sociedade anestesiada pela violência.

O telespectador vai conhecer casos de um problema que virou epidemia. Inclsuive não vê distinção de idade, sexo, posição social, ou conta bancária. Cabrini relata a tragédia ocorrida com um chefe de família que carregava seu bebê. Ainda, de um vendedor que ajudava sua filha e sobrinhos a descer do carro e um jovem dançarino de valsa que saía de uma festa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Danilo Gentili se envolve em polêmica ao falar do movimento feminista

As estatísticas frias se transformam em rostos e dramas humanos reais, onde as balas perdidas matam sem parar, principalmente inocentes. O telespectador vai conhecer as vítimas desta triste realidade. O que deixaram para trás e a dor daqueles que sofrem as consequências de uma guerra que não causaram.

O jornalista conversa com famílias despedaçadas que clamam por justiça. E tornam-se o retrato cruel do abandono e da falência da segurança pública no país.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio