Com Flamengo x Grêmio, Globo bate recordes de Ibope em SP, Rio e Porto Alegre; veja números

Publicado há um ano
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Globo está comemorando nesta quinta-feira (24) os índices de audiência que conquistou com a semifinal da Copa Libertadores entre Flamengo x Grêmio, realizada nesta quarta (23) no Rio de Janeiro e que terminou num placar impressionante de 5 a 0 para o rubro-negro carioca.

Segundo dados consolidados de audiência, confirmados pela Globo, a partida teve grandes números em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Na capital paulista, o jogo marcou 32 pontos de audiência com 48% de participação. Foi o recorde da Libertadores em 2019, inclusive dos jogos envolvendo times paulistas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No capital fluminense, os índices foram extremamente imponentes. Foram 52 pontos de média, com 55 de pico e 70% de participação. Ou seja, 7 em cada 10 domicílios estavam ligados na partida. Foi a maior audiência histórica de um jogo da Libertadores no Rio de Janeiro, segundo a Globo. A emissora diz que não se tem registro de uma audiência maior em partidas da competição, desde 2000, quando o IBOPE estabeleceu o novo parâmetro de medição de audiência.

A audiência do jogo se iguala a partidas decisivas da Seleção Brasileira. É a média mais alta desde as oitavas de final da Copa do Mundo 2018. Brasil x México fez 56 pontos no Rio de Janeiro, por exemplo. Excluindo os jogos da seleção, é a maior audiência em 15 anos, desde que o Flamengo disputou a final da Copa do Brasil com o Santo André (53 pontos).

Por fim, em Porto Alegre, mesmo com a derrota do Grêmio, o jogo fechou com 46 pontos e 66% de participação. Foi o recorde da Libertadores em 2019. Além disso, foi a maior audiência da Libertadores desde a final Lanus x Grêmio, em 2017, que registrou 51 pontos. Por fim, superou em 2 pontos (5%) a audiência do primeiro jogo da semifinal da Libertadores, entre Grêmio e Flamengo, em 2 de outubro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio