Audiência: Entrevista com Jair Bolsonaro garante vice-liderança isolada da RecordTV

Publicado há 2 anos
Por Clara Ribeiro
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A RecordTV veiculou a primeira entrevista do presidente eleito Jair Bolsonaro nesta segunda-feira (29). Durante os 30 minutos do bate-papo, liderado pelo repórter Eduardo Ribeiro, fez a emissora de Edir Macedo bater recordes em São Paulo.

Entre 19h às 19h33, faixa em que ocorreu o encontro, o canal paulista marcou média de 17 pontos, com pico de 18 pontos, bem como share de 24%. A saber, esses números mantiveram a Record isolada na vice-liderança do Ibope.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: Fantástico bate recorde de audiência com eleição de Jair Bolsonaro

A terceira colocada, o SBT, batia no mesmo horário apenas 7 pontos, reprisando a novela infantil Chiquititas. Ou seja, foram 10 pontos de diferença de uma da outra.

Em SP a RecordTV já deu um verdadeiro show, perdendo apenas para a Globo, e no Rio de Janeiro não foi diferente. Foram 14 pontos de média contra 5 pontos de média da emissora de Silvio Santos.

Entrevista foi exibida durante Cidade Alerta

A entrevista com o político foi exibida dentro da programação do Cidade Alerta, noticiário policial de grande expressão da RecordTV quando o assunto é audiência.

O programa completo, nesta segunda também, atingiu um pico de 19 pontos e share de 23%. Assim, garantiu o segundo lugar isolado com ampla vantagem sobre as concorrentes, Band e SBT, que disputaram o terceiro lugar.

A saber, os dados são da assessoria de imprensa da Record TV.

Leia mais: Cidade Alerta Especial consolida o segundo lugar isolado em SP e no RJ

À RecordTV, Bolsonaro falou sobre futuro da TV Brasil

Eleito com 57,7 milhões de votos, Bolsonaro toma posse dia 1º de janeiro de 2019. Até lá, no entanto, o político deverá organizar sua estrutura política de governo e as entrevistas com planos, bem como decisões serão cada vez mais frequentes também.

Entrevistado pelo repórter Eduardo Ribeiro por aproximadamente 30 minutos, Jair Bolsonaro respondeu a uma série de questões acerca de suas declarações recentes, especulações e também em relação a fatores importantes de seu futuro governo.

Leia mais: RecordTV acerta nos planos de entregar novo formato à Xuxa

Uma das perguntas feitas a ele foi referente à TV Brasil, a rede de televisão pública brasileira, que pertence à EBC (Empresa Brasil de Comunicação).

O jornalista quis saber qual seria o destino da emissora estatal a partir do momento em que o político tomasse posse como presidente.

Segundo Bolsonaro, o destino da TV Brasil certamente seria uma das pautas de seu governo, e que não haveria dúvidas que ela seria ou “extinguida ou privatizada”.

Leia mais: Audiência: filme estrelado por Sylvester Stallone coloca RecordTV na 2ª posição

Para o presidente eleito neste domingo (28), o Estado não tem como manter “uma TV que tem traço de audiência”. De acordo com Bolsonaro, o prejuízo do canal mantido pelo governo é 1 bilhão por ano.

A saber, a TV Brasil foi criada e posta ao ar em 2007 no governo Lula.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio