Audiência: Cúmplices de um Resgate amarga recorde negativo nesta quinta

Publicado há um ano
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O tempo das vacas magras definitivamente começou para a reprise de Cúmplices de um Resgate no SBT. E ele atende pelo nome de A Dona do Pedaço. Em queda livre no Ibope desde a estreia do novo folhetim de Walcyr Carrasco, a versão brasileira da trama mexicana Cómplices al Rescate (2002) amargou novo recorde negativo na noite da última quinta (30).

Segundo dados consolidados do Ibope, a obra estrelada por Larissa Manoela, Juliana Baroni e Duda Nagle atingiu apenas 8,4 pontos de média. Trata-se não apenas da pior marca atingida pela história desde que reestreou, em janeiro deste ano. Como também do mais fraco desempenho da faixa desde a véspera de Ano Novo. Foi quando a reapresentação de Chiquititas, em plena reta final, amargou míseros 4,4.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para se ter uma ideia, Cúmplices nesta ocasião ficou a só meio ponto de ser superada por A Que Não Podia Amar. Isso porque a trama mexicana vespertina que na quinta-feira atingiu seu recorde de sintonia. No caso, 7,9 pontos.

A saga das gêmeas Isabela (Larissa Manoela) e Manuela (Larissa Manoela) também registrou uma fuga de público considerável se notarmos que As Aventuras de Poliana registrara 11,5 na faixa imediatamente anterior.

No mesmo horário de Cúmplices, a Globo bombava em audiência com mais um episódio de A Dona do Pedaço (34,1). Já a Record TV ficou em terceiro. Contabilizou fracos 6,5 pontos tanto com Jezabel quanto com o Jornal da Record, exibidos em sequência.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais