Audiência: Cidade Alerta conquista melhor média anual na Grande São Paulo e no PNT

Publicado há 2 anos
Por Greicehelen Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Cidade Alerta finalizou 2018 com a maior audiência de sua história na Grande São Paulo e no Painel Nacional da Televisão (PNT). A informação foi divulgada pela Record TV baseada em dados da Kantar Ibope Media.

Veja também: Valentina esbanja boa forma física após parto e surpreende internautas

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com apresentação de Luiz Bacci, durante todo o ano, o programa apresentou índices elevados e conquistou liderança em diversos momentos.

O Cidade Alerta chegou a derrotar formatos consagrados da Globo – principal concorrente da Record TV.  Em algumas edições, as novelas Malhação e Espelho da Vida, atual trama das seis da emissora carioca, perderam liderança para o jornal.

Ainda segundo a Kantar Ibope, o programa registrou média de 10,3 pontos com share de 18% na Grande São Paulo. Conquistando, assim, o segundo lugar absoluto nas audiências.

A média foi 37% maior que a de 2007, quando o Cidade Alerta atingiu 7,5 pontos. Além disso, a atração ainda ficou 423 minutos em primeiro lugar. Ou seja, 7 horas e 3 minutos. O SBT foi a emissora terceira colocada com 6,8 pontos de média.

No PNT, o Cidade também foi vice-líder isolado e a média alcançou 8,4 pontos com share de 16%. Os números marcaram o melhor resultado anual desde que o jornal ganhou edição nacional – em 28 de janeiro de 2013.

O canal de Silvio Santos permaneceu na terceira posição com 7,1 pontos e share de 14%. Em relação a 2017, a média do Cidade Alerta cresceu quase 28% no PNT.

Confira o histórico das médias anuais na Grande São Paulo:

  • 2012 (desde 4 de junho) – 6,7 pontos
  • 2013 – 8,6 pontos
  • 2014 – 8,8 pontos
  • 2015 – 8,1 pontos
  • 2016 – 8,2 pontos
  • 2017 – 7,5  pontos
  • 2018 – 10,3 pontos

Confira o histórico das médias anuais no PNT:

  • 2013 (desde 28 de janeiro) – 6,9 pontos
  • 2014 – 7,2 pontos
  • 2015 – 6,2 pontos
  • 2016 – 6,1 pontos
  • 2017 – 6,6 pontos
  • 2018 – 8,4 pontos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais