A Usurpadora decepciona e fracassa na audiência

Publicado há 4 anos
Por Tiago Minervino
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Usurpadora é uma espécie de salvo conduto do SBT, usada para alavancar a audiência da emissora em momentos críticos. Não obstante, essa é a sétima vez que a novela figura na grade do canal de Sílvio Santos.

Posta às pressas no ar para brigar páreo a páreo com  a Hora da Venenosa da Record, que registra ótimos índices de audiência no horário, muito por causa da acidez de Fabíola Reipert, a novela mexicana tem decepcionado, pela primeira em sua história, pela baixa audiência.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com dados consolidados da grande São Paulo, o folhetim, característico pela rivalidade entre as irmãs Paola e Paulina, protagonizadas por Gabriela Spanic, tem registrado médias de 4 pontos – cada ponto representa 69 mil domicílios. Em exibições anteriores, a telenovela conquistou 8/9 pontos.

As explicações podem ser várias, mas vale a deixa que simboliza um claro descontentamento do público pelo exagero dessas reprises.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio